Sociedade

Covilhã terá incubadora para apoiar o autoemprego

A Santa Casa da Misericórdia da Covilhã está a preparar-se para criar uma "incubadora social" destinada a apoiar projetos de autoemprego e dinamizar o centro histórico da cidade, uma ideia que deverá entrar em funcionamento já em Fevereiro.
Versão para impressão
A Santa Casa da Misericórdia da Covilhã está a preparar-se para criar uma “incubadora social” destinada a apoiar projetos de autoemprego e dinamizar o centro histórico da cidade, uma ideia que deverá entrar em funcionamento já em Fevereiro.
 
A intenção foi dada a conhecer esta quinta-feira à agência Lusa pelo provedor da instituição, Pedro Paiva. De acordo com o responsável, a nova incubadora social deverá ter um espaço físico disponibilizado no centro da cidade, no qual técnicos da Misericórdia vão ajudar a transformar ideias em emprego.
 
Segundo Pedro Paiva, estes técnicos vão prestar apoio aos munícipes no desenvolvimento de planos de negócio, financiamento, cumprimento de burocracias e angariação de mercado para que “cada vez mais pessoas possam criar o seu próprio posto de trabalho”, explicou.
 
O provedor da Misericórdia covilhanense disse esperar que esta medida sirva de incentivo à criação, na Covilhã, de profissões que têm vindo a desaparecer, “mas que o atual contexto de crise pode voltar a justificar”, como é o caso das costureiras, eletricistas ou outros artífices.
 
Além disso, o mesmo espaço vai servir para a Misericórdia efetuar venda direta de peças de artesanato criadas pelos utentes da instituição, idosos e crianças, como forma de financiar as atividades sociais.
 
Para Pedro Paiva, esta é uma forma de obter mais fundos num momento em que os constrangimentos ao financiamento obrigam as instituições sociais “a serem cada vez mais criativas”, tanto nas respostas que dão à sociedade, como na procura por fontes de receitas.
 
A apresentação desta ideia foi revelada pelo provedor da Misericórdia à margem de um seminário sobre oportunidades para a economia social na Estratégia Europa 2020 que se realizou no Parkurbis – Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã. 
 
Este foi o terceiro de uma série de 12 seminários concebidos pela Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas (APG) e que vão percorrer o país até 15 de Fevereiro.  
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close