Negócios e Empreendorismo

Cortiça portuguesa decora espaço religioso em Itália

A cortiça portuguesa é o principal elemento da construção de novo espaço de oração para os peregrinos integrado na exposição do Santo Sudário, em Itália. O aglomerado da cortiça expandido da Corticeira Amorim foi escolhido como solução técnica.
Versão para impressão
A cortiça portuguesa é o principal elemento da construção de novo espaço de oração para os peregrinos integrado na exposição do Santo Sudário, em Itália. O aglomerado da cortiça expandido da Corticeira Amorim foi escolhido como solução técnica de isolamento térmico e acústico e para utilização na fachada do edifício, construído junto à Catedral de Turim.
 
O projeto de arquitetura sustentável, denominado “Penitenzieria”, resulta de uma parceria entre a Amorim Isolamentos e a be-eco, uma 'startup' italiana do Instituto Politécnico de Turim, responsável pela conceção deste espaço de oração para um dos eventos que maior número de peregrinos mobiliza a nível mundial.
 
“Escolhemos a cortiça pelas suas caraterísticas naturais, pelo ciclo de vida sustentável que se inicia com um processo de produção com um reduzido consumo energético”, afirma, em comunicado divulgdo pela Corticeira Amorim, o arquiteto A. Spinelli, responsável da 'startup' e membro da Comissão do Santo Sudário.
 
De acordo com Spinelli, “este é um material 100% reciclável e que, tecnicamente, apresenta um ótimo comportamento em termos de isolamento térmico e acústico, passível de estar no exterior de um edifício e com elevada durabilidade”.


© Corticeira Amorim
 

O edifício foi construído com uma estrutura de suporte feita de madeira e o aglomerado de cortiça expandido da Amorim Isolamentos foi utilizado em três áreas diferentes: na cobertura do edifício com placas de 100 mm de espessura, na estrutura de madeira lateral com uma espessura de 60 milímetros e no exterior com 40 milímetros, onde assenta a fachada ventilada.
 
Este edifício de cariz sustentável está aberto ao público desde o início da Exposição do Santo Sudário, na Praça San Giovanni, em frente à Catedral, onde permanecerá até 24 de Junho. Na edição de 2015 do evento está prevista a receção de quatro milhões de peregrinos, um número para o qual muito contribuirá a visita do Papa Francisco, no próximo mês.
 
Finalizada a exposição, após 24 de junho, o edifício integrará o Festival de Arquitetura na Cidade 2015, organizado pela Associação dos Arquitetos da Fundação de Turim (FOAT).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close