Negócios e Empreendorismo

Cortiça: Portugal exportou 156 mil toneladas em 2010

NULL
Versão para impressão
A cortiça portuguesa continua a conquistar o mercado estrangeiro. Em 2010, Portugal exportou 156,2 mil toneladas de cortiça, no valor de 754,3 milhões de euros, o que representa um crescimento de 7,4 por cento relativamente ao ano anterior. Portugal é também o país com mais empresas corticeiras certificadas com 72% das empresas aprovadas.

Segundo a Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR), citada pela agência Lusa, Portugal lidera a produção mundial de cortiça. No nosso país, produz-se 52 por cento das 300 mil toneladas produzidas anualmente a nível mundial.
Em 2010, Portugal exportou 156,2 mil toneladas de cortiça, no valor de 754,3 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 7,4 por cento, relativamente ao ano anterior.

 

Noventa por cento da cortiça transformada em Portugal destina-se à exportação. A indústria vínicola absorve dois terços da produção e 2,1 por cento das exportações nacionais são da responsabilidade deste sector.

França é o país que mais compra a Portugal, tendo representado 20,4 por cento do total de exportações, num total de 154,2 milhões de euros, no último ano. Já os Estados Unidos ocupam o segundo lugar da lista, tendo representado 15,8 por cento, num total de 119,2 milhões de euros.

Portugal é país com mais empresas corticeiras certificadas

Segundo informa o site da APCOR, é também líder em termos de empresas corticeiras certificadas pelo Systecode – Sistema de Certificação das Empresas mediante o Código Internacional das Práticas Rolheiras (CIPR), implementado há cerca de 10 anos.

Desde o início da implementação do CIPR, Portugal tem ocupado sempre a posição líder no número de empresas certificadas. Este ano, cerca de 72 por cento do total das empresas certificadas são portuguesas, Espanha ocupa o segundo lugar, com apenas 18 por cento do total, e França fica no terceiro lugar, com cinco por cento.

A campanha Systecode 2010 terminou em dezembro do ano passado e apresentou os seguintes números: a nível mundial, 385 empresas conseguiram obter resultado positivo nas auditorias que decorreram de setembro a dezembro, obtendo o atestado de conformidade ao CIPR.

Destas empresas certificadas, 278 são portuguesas, 68 espanholas, 18 francesas, 13 italianas, 5 estão em Marrocos, 2 na Tunísia e 1 na Alemanha.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close