Saúde

Consumo moderado de cerveja faz bem à saúde

O consumo moderado de cerveja faz bem à saúde. De acordo com especialistas espanhóis, beber dois copos de cerveja por dia, no caso dos homens, e um copo, no caso das mulheres, pode trazer benefícios ao nosso organismo.
Versão para impressão
O consumo moderado de cerveja faz bem à saúde. De acordo com especialistas espanhóis, beber dois copos de cerveja por dia, no caso dos homens, e um copo, no caso das mulheres, pode trazer benefícios ao nosso organismo, em especial se a ingestão da bebida for combinada com uma dieta mediterrânica. 
 
O nutricionista e especialista em Medicina Preventiva e Saúde Pública Lluis Serra explicou ao jornal El Mundo que “quando combinada com elementos clássicos desta dieta, a cerveja fornece grandes benefícios”. Desde que o consumo seja moderado e acompanhe hábitos de alimentação saudável e a prática de exercício físico, os efeitos positivos estão garantidos.
 
Segundo Serra, os benefícios desta bebida fazem-se sentir particularmente “no sistema cardiovascular”, uma vez que a cerveja contém polifenóis e antioxidantes naturais que “lutam” contra as doenças do coração e favorecem a redução dos fenómenos biológicos que levam ao envelhecimento.
 
O especialista salienta também que a cerveja é boa para os desportistas. “Beber uma cerveja depois de mais de uma hora de exercício faz bem”, afirma, realçando sempre a importância de seguir, ao mesmo tempo, uma dieta equilibrada.
 
O consumo moderado da bebida pode exercer igualmente efeitos benéficos no sistema imunitário e na saúde dos ossos e “é fundamental para ajudar a hidratar-nos”, já que a cerveja é composta por água em cerca de 92%, conclui Serra.
 
De acordo com Dayana Gomes, também profissional da área da nutrição, o consumo moderado de cerveja sem álcool tem potencial para beneficiar outros grupos, nomeadamente as grávidas, já que existem estudos que indicam que favorece a produção de leite durante a gravidez, embora a água, o leite e o sumo de fruta natural sejam sempre as melhores escolhas.
 
Ainda assim, os médicos reforçam que os benefícios só se fazem sentir se a bebida for consumida com consciência e moderação. A sua ingestão em excesso poderá ter consequências desastrosas para a saúde e levar à obesidade e à degradação do sistema imunitário.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close