Saúde

Consumo de café associado a redução de depressão

Na semana em que se assinala o Dia Mundial do Café, comemorado a 14 de Abril, vale a pena recordar um estudo norte-americano segundo o qual o consumo de quatro chávenas de café por dia pode reduzir o risco de depressão.
Versão para impressão
Na semana em que se assinala o Dia Mundial do Café, comemorado a 14 de Abril, vale a pena recordar um estudo norte-americano segundo o qual o consumo de quatro chávenas de café por dia pode reduzir o risco de depressão.

A investigação sugere que as bebidas açucaradas estão associadas a uma maior tendência de depressão em adultos, ao passo que o consumo do café favorece um risco menor de sofrer deste problema.

Os primeiros resultados foram divulgados em 2013, na reunião anual da Academia Americana de Neurologia, sendo que o estudo completo foi publicado em 2014, no jornal científico norte-americana  'Plos One'.

O estudo envolveu mais de 260 mil pessoas com idades compreendidas entre os 50 e os 71. Durante a investigação foram avaliadas as quantidades de café, bebidas açucaradas, sumos, chá e outras bebidas consumidas pelos participantes.

Dez anos mais tarde, os investigadores que conduziram o estudo analisaram quantos participantes do estudo tinham sido diagnosticados, ao longo desses anos, com depressão. Cerca de 11 mil participantes tinham passado por estados depressivos.

Relacionando os dados, o estudo sugere que quem bebe mais de quatro copos de refrigerante por dia tem uma probabilidade 30% mais elevada de desenvolver depressão do que os indivíduos que não consomem esta bebida.

A investigação verificou, por outro lado, que os indivíduos que bebem quatro chávenas de café por dia têm menos 10% de probabilidades de desenvolver depressão do que as outras pessoas.

O estudo foi coordenado por Honglei Chen, do Instituto Nacional de Saúde da Carolina do Norte, e a pesquisa sugere que a redução do consumo de bebidas açucaradas e a sua substituição por café sem açucar pode ser uma maneira de reduzir o risco de depressão.

Outros estudos divulgados recentemente têm revelado benefícios do consumo de café, entre os quais a prevenção do cancro do colo do útero nas mulheres; redução do risco de doença de Parkinson; prevenção da diabetes, entre outras.

Notícia sugerida por António Resende

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close