Saúde

Consultas para deixar de fumar não pagam taxas

As consultas de apoio intensivo à cessação tabágica estão dispensadas do pagamento de taxas moderadoras. A informação foi veiculada esta semana pela Administração Central dos Sistemas de Saúde.
Versão para impressão
As consultas de apoio intensivo à cessação tabágica estão dispensadas do pagamento de taxas moderadoras. A informação foi veiculada esta semana pela Administração Central dos Sistemas de Saúde (ACSS) através de um ofício circular.
 
O documento em questão, dirigido às Administrações Regionais de Saúde e Hospitais, a ACSS lembrou que o Decreto-lei nº 113/2011 de 29 de Novembro prevê dispensa da cobrança de taxas moderadoras em situações que impliquem a recorrente necessidade de cuidados de saúde pública, caso das consultas para deixar de fumar.
 
De acordo com a ACSS, para além das isenções relacionadas com a condição de saúde e com a situação económica dos utentes, uma das situações de dispensa de pagamento das taxas moderadoras refere-se às prestações de saúde em programas de tratamento de alcoólicos crónicos e toxicodependentes.
 
“O consumo de tabaco configura uma dependência à nicotina (…) e, como tal, [os utentes] devem estar abrangidos pela dispensa do pagamento das taxas moderadoras”, sublinha o texto. 

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close