Saúde

Companhia de animais contribui para aliviar o ‘stress’

Os muitos sorrisos e o companheirismo a que estão habituados os que têm animais de estimação não são novidade, mas os cientistas continuam a reforçar as vantagens de partilhar o dia-a-dia com estes amigos de quatro patas.
Versão para impressão
Os muitos sorrisos e o companheirismo a que estão habituados os que têm animais de estimação não são novidade, mas os cientistas continuam a reforçar as vantagens de partilhar o dia-a-dia com estes amigos de quatro patas, cuja presença contribui para aliviar o 'stress' e cujo apoio pode ser valioso em momentos difíceis.
 
De acordo com Mia Cobb, especialista em animais e investigadora da Universidade de Monash, na Austrália, passar tempo com cães e gatos “pode ser tão bom como estar com os amigos e com um membro da família”, existindo vários estudos que comprovam que os amigos felpudos “podem apoiar-nos, reduzir o 'stress' e fazer-nos rir mais”.
 
Em entrevista ao jornal Daily Mail Australia, Cobb explicou que a companhia dos animais pode ser “muito benéfica para o nosso bem-estar” e contribui, até, para melhorar a nossa autoestima. 
 
Todas estas vantagens parecem estar, segundo Cobb, associadas à chamada “hormona do amor”: a oxitocina, que pode ser libertada através de um gesto tão simples como fazer uma festa ao nosso animal de estimação e que diminui a ansiedade e o ritmo cardíaco. 
 
A investigadora destaca, ainda, um estudo que provou que, quando as pessoas se sentem socialmente excluídas ou afastadas dos outros, escrever sobre os seus animais ajuda a que se sintam tão bem quanto escrever sobre amigos ou família.
 
“Estas conclusões sugerem que a relação com os nossos animais pode ser tão proveitosa quanto a que temos com um melhor amigo ou um familiar”, realça a especialista australiana, acrescentando que cães e gatos podem, também, ter um papel importante em ambientes profissionais. 
 
A presença de um animal de estimação no local de trabalho “ajuda a que os donos e os colegas se sintam menos 'stressados' ao longo do dia”, assegura Cobb. “As pessoas tendem a sentir-se mais próximas umas das outras porque passam a ter um assunto em comum sobre o qual falar. Os animais são um estimulante 'social'”, finaliza.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close