Inovação e Tecnologia

“Colete” português monitoriza a atividade cardíaca

Para profissionais como os bombeiros, que lidam com frequência com problemas como a extrema fadiga ou um stress constante, a monitorização da atividade cardíaca pode ser fundamental em termos de prevenção de problemas graves.
Versão para impressão
Para profissionais como os bombeiros, que enfrentam extrema fadiga e stress constante, a monitorização da atividade cardíaca pode ser fundamental para prevenir enfartes ou acidentes vasculares cerebrais. A tarefa pode ser, agora, simplificada, graças a uma tecnologia portuguesa que, no futuro, poderá também transformar qualquer peça de vestuário numa espécie de “colete salva-vidas”.
 
por Catarina Ferreira
 
A invenção nasceu com base numa tecnologia que começou por ser desenvolvida na Universidade de Aveiro, em 2007, e que tornava possível “embeber” sensores em tecidos. A partir dessa ideia, a equipa coordenada pelo professor da Universidade de Aveiro João Paulo Cunha fez o sistema evoluir.
 
Assim surgiu o VitalJacket, produto licenciado há alguns anos à empresa Biodevices SA, e que vem equipado com um conjunto de sensores que monitorizam a atividade do coração e que estão, por sua vez, ligados a uma placa de dados que guarda e transmite as informações obtidas para outros equipamentos eletrónicos como, por exemplo, computadores ou tablets.
 
A tecnologia, inicialmente licenciada no Instituto de Engenharia Electrónica e Telemática de Aveiro converteu-se, portanto, num produto médico certificado na área da cardiologia. Agora, a equipa de João Paulo Cunha quer levar o sistema mais longe e está a trabalhar num novo projeto denominado  “Vital Responder”.
 
O objetivo é “explorar as sinergias” que envolvem “as tecnologias 'vestíveis' e inovadoras” de forma a “fornecer uma resposta rápida, segura e eficaz em situações de emergência crítica” e oferecendo, assim, a profissionais como bombeiros, polícias ou paramédicos uma alternativa confiável para monitorização da sua atividade cardíaca.
 
Diversas aplicações e potencialidades
 
“À versão protótipo resultante do projeto Vital Responder foram adicionados sensores para controlo de outros indicadores importantes, nomeadamente para os bombeiros, como GPS, temperatura do corpo, temperatura ambiental, pressão barométrica – para estimar a altitude – e monóxido de carbono”, conta João Paulo Cunha ao Boas Notícias.
 
Porém, segundo o especialista, a tecnologia, que pode ser acoplada (além de, por exemplo, às fardas dos bombeiros) a peças de vestuário comuns, como t-shirts ou camisolas, tem potencial para satisfazer outras necessidades.
 
“Todos os cenários onde é importante monitorizar de forma 'não intrusiva' e confortável as variáveis vitais de uma pessoa podem ser alvo desta nossa tecnologia”, esclarece João Paulo Cunha. “Pode ser usada em desporto de alta performance, em monitorização de idosos, entre outras situações”, exemplifica.

Tecnologia está a ser numa universidade nos EUA
 

O trabalho está a ser desenvolvido com a colaboração de vários especialistas, desde cientistas da Universidade de Aveiro e da Universidade do Porto até profissionais de saúde, da indústria têxtil e bombeiros. O interesse na tecnologia chegou já, até, aos EUA, mais precisamente à Universidade de Carnegie-Mellon, onde uma professora decidiu aplicá-la nas suas aulas.
 
Embora a tecnologia sob a forma do VitalJacket, para cardiologia, esteja atualmente no mercado, “a versão para profissionais de primeira resposta resultante do projeto com a Universidade Carnegie-Mellon ainda não” está a ser comercializada.
 
João Paulo Cunha confessa que “nesta fase é impossível ter uma ideia aproximada” de quanto vai custar esta versão da tecnologia, mas mostra-se confiante em relação ao retorno de um investimento neste equipamento.
 
A longo-prazo, a solução pode permitir não apenas poupar dinheiro, mas também assegurar a segurança e, em muitos casos, a sobrevivência de muitos profissionais. “[Para perceber se o investimento vale a pena] basta fazer as contas… quanto vale uma vida?”, conclui.

Clique AQUI para aceder ao site do projeto Vital Responder.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close