Fitness & Bem-estar

CNN: Lisboa é a cidade mais ‘cool’ da Europa

No passado domingo, a CNN apresentou ao mundo as sete razões que tornam Lisboa a cidade mais 'cool' da Europa. Num artigo onde são tecidos inúmeros elogios à capital portuguesa, a jornalista Fiona Dunlop destaca a noite, a gastronomia, as praias, os
Versão para impressão
No passado domingo, a CNN apresentou ao mundo as sete razões que tornam Lisboa a cidade mais 'cool' da Europa. Num artigo onde são tecidos inúmeros elogios à capital portuguesa, a jornalista Fiona Dunlop destaca a noite, a gastronomia, as praias, os castelos, o design, a arquitetura e a arte que se podem encontrar por aqui.
 
“Se aquilo que procura é uma cidade carregada de uma excelente atmosfera, charme, boa comida e vida noturna, então considere Lisboa como uma das melhores opções, apesar de ser ainda desconhecida por muitos”, introduz a autora. 
 
E razões para isso, segundo a jornalista, não faltam, começando pela oferta de vida noturna que se pode encontrar na capital portuguesa. “Se pensam que em Madrid se sai até tarde, experimentem uma noite em Lisboa”, desafia Fiona Dunlop. “Esta não é uma cidade de clubes, bares e discotecas no seu conceito puro. É sim uma cidade com uma noite itinerante, de porta em porta, que termina, muito provavelmente, quando a madrugada nasce sobre o rio Tejo”, acrescenta.
 
Os principais centros de ação são o Bairro Alto, “onde mais de 250 atraentes bares se alinham numa teia de ruas e entre paredes rabiscadas de grafite”, e a frente ribeirinha junto ao Cais do Sodré. 
 
Uma outra razão que faz da capital a mais 'cool' da Europa é a variedade gastronómica, que, ao contrário do que muitos pensam, não se fica pelo bacalhau. Destaque para a tradição do marisco, cuja tendência é chegar à mesa de forma cada vez mais moderna e sofisticada, as típicas rulotes de “saborosas” bifanas que se podem encontrar espalhadas pela cidade,  bem como para os famosos pastéis de nata.
 
Além disso, “Lisboa é um sítio para se inalar o aroma do Atlântico salgado, ao mesmo tempo que se sente o sol na pele e se ouve o ribombar das ondas”, numa das muitas praias próximas da cidade. Sugestão ainda para a vila de Cascais, onde é possível apreciar o melhor do peixe fresco grelhado, os golfinhos no Tejo, e Sintra, localizada “entre exuberantes colinas arborizadas, salpicadas de palácios e extravagantes mansões que resumem séculos de opulência aristocrática”.
 
Destaque ainda para a ironia do povo português, com Fiona Dunlop a referir que o mesmo podia passar a vida a gabar-se dos seus feitos (o ter sido o primeiro império do mundo, o ter os melhores pastéis de nata de sempre), mas prefere antes usar a ironia quando o assunto lhe diz respeito.
 
Entre as últimas razões que tornam Lisboa um destino de visita obrigatória é o “design fabuloso”, presente “para onde quer que olhemos”: na roupa e acessórios feitos a partir do couro, na decoração de interiores 'vintage', na “espetacular” arquitetura, etc. “Esta é uma cidade que gosta de ser bonita”, conclui a jornalista. 
 
Referência ainda às grande arte que é possível encontrar nas exposições espalhadas pela capital, em locais como o Mude (Museu da Moda e do Design), a Gulbenkian, o Museu Berardo, o Museu da Arte Antiga ou o Museu do Oriente. 

Para terminar, como último motivo para visitar Lisboa, Fiona fala das suas “fascinantes ruas”, que fazem com que “ninguém se aborreça a passear pela capital”, graças à impressionante calçada portuguesa, aos azulejos e demais pormenores que tornam o exterior da cidade tão atrativo aos olhos daqueles que por ali passam.

Leia o artigo completo, em inglês, AQUI.

Notícia sugerida por Elsa Martins, Maria Pandina, Vítor Fernandes e Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close