Espetáculos e Exposições

Cláudia Aurora, uma fadista à conquista Reino Unido

NULL
Versão para impressão
A portuguesa Cláudia Aurora emigrou há dez anos com o objetivo de ganhar dinheiro na apanha de narcisos, na Escócia e Inglaterra, para frequentar um curso de canto no Porto. Entretanto, descobriu o gosto pelo fado e este mês vai lançar, no Reino Unido, o seu álbum de estreia: “Silêncio”.

Foi fora de Portugal que Cláudia Aurora descobriu o gosto por cantar fado. Em 2001, juntamente com um grupo de amigos, partiu para o Reino Unido para ganhar dinheiro.

Mais tarde, em 2003, mudou-se para o sul de Inglaterra e instalou-se em Bristol juntamente com o seu namorado inglês. Naquela cidade, para além de se aventurar nas suas primeiras atuações em bares, onde cantou música brasileira, também deu aulas de samba.

As raízes e influências musicais de Cláudia Aurora começaram a sobressair nas suas atuações onde a fadista “combina o passado e o presente com um gosto pelo futuro”, pode ler-se no site oficial da artista.

Influências do rock, bossa nova e fado

As suas influências passam por Bruce Springsteen, Led Zeppelin, Neil Young e ainda Janis Joplin, sendo que foi com uma canção desta última que a fadista se apercebeu que podia cantar. A bossa nova é outro dos pilares que Claúdia tem no seu percurso musical, com cantores como Elis Regina, Maria Bethania, Chico Buarque, Vinicius de Morais e Milton Nascimento.

Mais tarde, na evolução do seu percurso emocional, deu por si a cantar músicas que a sua avó cantava. Cláudia Aurora diz “que o seu destino é cantar” e assume a sua maior inspiração nos cantores portugueses como Zeca Afonso, Dulce Pontes e Amália Rodrigues.

Agora, a portuense vai lançar a 31 de outubro, no Reino Unido, o seu álbum de estreia “Silêncio”. Todas as canções foram escritas e produzidas em Inglaterra.

O lançamento do álbum é acompanhado de uma tournée com seis datas de concertos ao vivo. O primeiro é a 2 de novembro, no London International Festival Exploratory Music, em Kings Place, Londres.

Bridlington recebe a cantora no dia 5 de novembro, no Musicport World Music Festival, seguindo-se o Hawth Theatre, em Crawley no dia 12. Mais tarde, será a vez de Cláudia Aurora atuar no Colchester Arts Centre, em Colchester (dia 18), no Diss Corn Hall, em Norfolk (dia 19). A tourneé encerra em Bristol, no Folk House, a 25 de novembro.

Clique AQUI para aceder ao site de Cláudia Aurora e ouvir algumas das suas músicas.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close