Cultura Em Destaque

Cinema Português no Kosovo

Porto/Post/Doc apresenta programa especial dedicado ao cinema português no Dokufest, Kosovo
Versão para impressão

Em 2018, o Porto/Post/Doc apresenta um programa dedicado às Ficções do Real no Dokufest – International Documentary and Short Film Festival. O tema, que atravessará diversas secções e retrospetivas do festival – que decorre de 24 de novembro a 2 de dezembro –, aborda o cruzamento entre a ficção e o documentário, modelo que tem sido dominante na história do cinema português.

Por isso mesmo, o Porto/Post/Doc está a promover, junto de uma rede de festivais internacionais, o programa “Ficções do Real no Cinema Português”. Este programa – que inclui três longas-metragens e três curtas – pretende ser uma micro-história do nosso cinema e da sua relação com o real. Por isso, serão projetados dois filmes seminais da história do cinema português: “Os Verdes Anos”, de Paulo Rocha (1963), momento marcante da emergência do novo cinema português; e “Trás-os-Montes”, o filme inclassificável de António Reis e Margarida Cordeiro. Os dois filmes serão exibidos em cópias digitais restauradas, em associação com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema.

O programa inclui ainda uma ponte com o cinema português contemporâneo, exibindo três autores da Geração Curtas que se tornaram nomes maiores do nosso cinema: “Inventário de Natal” (2000), de Miguel Gomes; “China, China” (2007), de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata; e “Voodoo” (2010), de Sandro Aguilar. Para culminar o programa incluímos o mais recente êxito crítico do cinema português: “A Árvore” (2018), de André Gil Mata, estreado na Berlinale e no qual o autor se afirma como uma das novas vozes do nosso cinema.

A partir das Ficções do Real, o grande objetivo deste programa é promover o cinema português, entre a sua história e o momento contemporâneo, numa série de festivais internacionais. O Dokufest, que decorre no Kosovo, entre 3 e 11 de agosto, será o primeiro festival desta tournée. Sérgio Gomes, membro da direção artística do Porto/Post/Doc, estará no Kosovo para apresentar este programa.

O festival kosovar irá ainda projetar outras produções portuguesas: “Extinção”, de Salomé Lamas (Secção International Dox); e “Farpões Baldios”, de Marta Mateus (Secção International Shorts).

A presença do programa “Ficções do Real no Cinema Português” no Kosovo conta com o apoio da Agência da Curta Metragem, da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema e da C.R.I.M. Produções.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close