Cultura

Cinema: Lisboa recria vila de autor dos ‘smurfs’

Lisboa vai servir de cenário ao filme francês 'Benoît Brisefer: les taxis rouges', baseado numa série de banda desenhada do belga Pleyo, o mesmo autor dos Estrunfes. As filmagens arrancaram no início de Setembro e contam com um orçamento de 11 milhõe
Versão para impressão
Lisboa vai servir de cenário ao filme francês 'Benoît Brisefer: les taxis rouges', baseado numa série de banda desenhada do belga Peyo, o mesmo autor dos estrunfes. As filmagens arrancaram no início de Setembro e contam com um orçamento de 11 milhões de euros.
 
Em coprodução com a Filmes do Tejo, o filme conta com Leopold Huet no papel de Benôit Brisefer e um elenco que inclui ainda Jean Reno, Gérard Jugnot e os portugueses Paula Guedes, Lídia Franco, João Maria Pinto e Cândido Ferreira.
 
Citada pela Lusa, a produtora Lambart revela que esta é a primeira transposição para o grande ecrã das aventuras de Benoît Brisefer, um menino de dez anos, bem educado, que detesta injustiças e que tem uma força sobre-humana: um super-poder que só funciona quando se constipa.
 
O francês Miguel Pradal é o realizador à frente da longa-metragem, baseada numa outra série, publicada nos anos 60, de Peyo, o mesmo autor das míticas criaturas azuis que apresentou ao mundo como estrunfes (atualmente também conhecidos por 'smurfs'). Em Portugal, chegaram a ser publicadas algumas das histórias do escritor belga, com Benôit Brisefer a ser batizado de João Valentão e Kim Kebranoz.
 
De acordo com Cristina Matos Silva, da Lisbon Film Comission, o filme será rodado na íntegra em Portugal, com filmagens em locais públicos de Lisboa, como o Largo da Graça, Xabregas, e Estrela. O objetivo é recriar a localidade inventada de Vivejoie-la-Grande.
 
Na rodagem estão envolvidos entre 50 a 60 técnicos portugueses, sendo que um ator português fará mesmo de duplo do pequeno herói.
 
A Lisbon Film Comission, organismo da autarquia de Lisboa criado para atrair produções de cinema e audiovisual na cidade, diz ter dado apoio não financeiro a esta produção francesa no valor de dez mil euros. De acordo com a produtora francesa, a estreia do filme está marcada para Outubro de 2014.
 
As aventuras de Benôit Brisefer, originalmente editadas em 13 volumes, venderam cerca de nove milhões de exemplares e estão traduzidas para mais de vinte línguas.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close