Cultura

Cinema: Estreias da semana [16-22 dezembro]

Esta semana, a Disney volta aos clássicos com uma nova versão da história de Rapunzel, o cinema francês continua em destaque com as comédias "Mammuth" e "O Amor é Melhor a Dois", Joaquin Phoenix faz dele próprio no documentário "I'm Still Here", Robe
Versão para impressão
Esta semana, a Disney volta aos clássicos com uma nova versão da história de Rapunzel, o cinema francês continua em destaque com as comédias “Mammuth” e “O Amor é Melhor a Dois”, Joaquin Phoenix faz dele próprio no documentário “I’m Still Here”, Robert DeNiro protagoniza “Stone”, e da Europa de Leste chega-nos o drama “Katalin Varga”.

“Entrelaçados”, de Nathan Greno e Byron Howard, EUA

O fora-da-lei Flynn Rider refugia-se numa altíssima torre onde conhece a bela Rapunzel, que rapidamente se apaixona por ele. Depois de um castigo eterno naquela torre solitária, ela encontra a oportunidade de sair para o mundo, enfrentar o perigo e viver grandes aventuras. Esta é a mais recente animação dos estúdios Disney, numa versão renovada de um dos mais famosos contos dos irmãos Grimm.

“Mammuth”, de Gustave Kervern e Benoît Delépine, FRA

Preparado para se reformar, Serge (Gérard Depardieu), também conhecido por Mammuth, descobre que dez dos seus empregadores esqueceram-se de o declarar. Assim, segue numa viagem de alguns dias, em busca das declarações que lhe faltam. Contudo, como em todas as incursões pelo passado, Serge vai descobrir que nada é o que parece e decide dar um novo rumo à sua vida.

“O Amor é Melhor a Dois”, de Dominique Farrugia e Arnaud Lemort, FRA

Michel (Clovis Cornillac) e Vincent (Manu Payet) são dois amigos com visões muito opostas quanto a relacionamentos: um sonha em encontrar a sua alma gémea, outro crê que o mais importante é o sexo. As suas perspetivas de vida vão ser abaladas por duas mulheres muito especiais: depois de encontrarem duas mulheres especiais: Angèle (Virginie Efira) e Nathalie (Annelise Hesme).

“I’m Still Here”, de Casey Affleck, EUA

Na sua estreia como realizador, o ator Casey Affleck apresenta um documentário ficcionado sobre as reviravoltas na vida de Joaquin Phoenix, a partir do momento em que este anuncia o fim da sua carreira enquanto ator para se dedicar, em exclusivo, à música.
O filme apresenta momentos privados e de comportamento extremo de alguém perdido entre a reinvenção e a decadência.



“Stone – Ninguém é Inocente”, de John Curran, EUA

Jack Mabry (Robert De Niro) é um oficial de liberdade condicional que, a uma semana da reforma, vê o seu mundo ruir quando se envolve num caso particularmente difícil: Gerald “Stone” Creeson (Edward Norton) é um assassino condenado pela morte dos seus avós que precisa de provar que está apto a sair em liberdade condicional, disposto a recorrer aos atributos de Lucetta (Milla Jovovich), sua jovem mulher, para o conseguir.

“Katalin Varga”, de Peter Strickland, GB/HUN/ROM

Depois de revelado um segredo de anos, Katalin Varga (Hilda Péter) é repudiada pelo seu marido e ostracizada por toda a aldeia, sendo obrigada a partir com Orban (Norbert Tankó), o seu filho de dez anos, numa longa e incerta viagem em busca do verdadeiro pai da criança.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close