Sociedade

Cientistas desenvolvem fórmula para dormir melhor

Um grupo de cientistas da Universidade de Manchester criou uma equação que dá a conhecer a qualidade do sono de uma pessoa e como é que o pode melhorar. Chamam-lhe a 'teoria do bem-dormir'.
Versão para impressão
Um grupo de cientistas da Universidade de Manchester criou uma equação que dá a conhecer a qualidade do sono de uma pessoa e como é que o pode melhorar. Chamam-lhe a 'teoria do bem-dormir' e classifica o sono entre os parâmetros de 'excelente' e 'noites a fio às voltas na cama'.
 
Com esta nova fórmula, os investigadores esperam que as pessoas descubram o que é precisam de fazer para adormecer mais depressa e dormir o máximo tempo possível. A mesma foi criada tendo em conta o cansaço de uma pessoa, o conforto do colchão, o número de horas acordado, o ruído, a luminosidade, o calor e a espessura do edredão.

O resultado foi a equação QS = [(C x HD) + Cf] / [HA + R + L + [Ca x E], onde QS é Qualidade do Sono, C é Cansaço, HD é Hora de Deitar, Cf é conforto, HA é número de horas acordado, R é ruído, L é luminosidade, Ca é calor e E é edredão. 
 

Se o resultado for dois, a pessoa tem uma boa noite de sono. Se for um, uma noite é razoável. O zero é para aqueles que passam o tempo todo às voltas na cama. 
 
O Cansaço é calculado com base no número de horas que passaram desde a última noite de sono, menos o número de horas a 'passar pelas brasas', mais as horas de exercício físico durante o dia. A Hora de Deitar é calculada pela hora que uma pessoa se deita numa determinada noite, dividindo-o pela hora normal a que o faz todos os dias. 
 
O Conforto é determinado com base na almofada, na roupa da cama e no colchão, menos nove. Cada um dos itens é classificado com uma pontuação de um a cinco, onde um é 'muito desconfortável' e cinco 'muito confortável'.  
 
O número de Horas Acordado é definido tendo em conta o tempo que cada um passa acordado, em média, todos os dias e que, para a maioria das pessoas, é de 16 horas. O Ruído inclui todo o tipo de sons exceto o ruído branco e os sons suaves que nos embalam no sono. Também aqui é feita uma avaliação de um (sons muito suaves) a cinco (sons irregulares e perturbadoramente altos).

A Luminosidade determina toda a luz que está presente no quarto, incluindo relógios, luz natural e LEDs (onde 0,1 significa uma luz muito suave e 2 uma luz muito brilhante). O Calor é calculado através de diferença que há para a temperatura média de 16/17ºC e dividir esse valor por dez.
 
O Edredão vai de encontro à temperatura do corpo. Um bom edredão é aquele que nos ajuda a manter uma boa temperatura do corpo enquanto dormimos, mesmo que o quarto esteja demasiado quente ou frio. A classificação vai de zero (compensa perfeitamente a temperatura do quarto) a três (não compensa e deixa a pessoa sentir frio ou calor).
 
Citado pelo Daily Mail, Penny Lewis, coordenador do Laboratório do Sono da Universidade de Manchester, conta que a equação visa “resumir todo um processo, aparentemente complicado, em algo muito simples”.

O especialista adianta que esta fórmula deve ser vista como um guia, até porque aquilo que cada pessoa leva consigo, na cabeça, quando vai dormir, varia muito. O objetivo é, simplesmente, ajudar e dar ideias de como conseguir uma melhor noite de sono e manter um horário regular.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close