Literatura

China: Obra de Saramago integra coleção de clássicos

O romance 'Ensaio Sobre a Cegueira', do nobel da literatura José Saramago, traduzido para mandarim, vai integrar uma coleção dedicada aos 'Novos Clássicos', na China. A mesma inclui obras de Gabriel Garcia Marquez, Haruki Murakami, entre outros, e o
Versão para impressão
O romance 'Ensaio Sobre a Cegueira', do nobel da literatura José Saramago,  traduzido para mandarim, vai integrar uma coleção dedicada aos 'Novos Clássicos', na China. A mesma inclui obras de Gabriel Garcia Marquez, Haruki Murakami, entre outros, e o lançamento vai acontecer na próxima terça-feira, em Pequim.

Na mesma altura será também apresentada uma nova versão chinesa do romance 'Ensaio Sobre a Cegueira', traduzido para mandarim por Fan Weixin, responsável pela tradução de mais de uma dezena de outras obras de autores portugueses e brasileiros, como, por exemplo, Jorge Amado, Erico Veríssimo, Eça de Queiroz e Miguel Torga.
 
O evento será ainda marcado por um debate sobre o autor português. O mesmo irá decorrer nas instalações do Instituto Cervantes de Pequim, com moderação de dois escritores daquele país: Yan Lianke e Ren Xiaowen.
 
As obras 'Ensaio Sobre a Cegueira' e 'Ensaio Sobre a Lucidez' fazem já parte do catálogo da Thinkingdom Media Group, considerada uma das maiores editoras privadas chinesas, e que pretende ainda publicar o romance 'Memorial do Convento', a primeira obra de Saramago a chegar àquele país, em 1997.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close