Mundo

China: Desmantelada rede de tráfico humano

NULL
Versão para impressão
A polícia chinesa e angolana desmantelaram uma rede de tráfico humano que raptava mulheres chinesas forçando-as a prostituir-se em Angola. De acordo com o canal de televisão estatal da China, a CNTV, este é o maior caso de tráfico humano internacional conhecido naquele país.

Dezenas de mulheres chinesas foram salvas pelas autoridades. Eram todas provenientes de famílias pobres e de reduzido nível de educação, o que fez delas uma alvo fácil, uma vez que estas mulheres eram aliciadas para trabalhar fora do país com a garantia de melhorarem a sua vida.

Assim que as vítimas chegavam a Angola, os passaportes eram confiscados e eram mantidas num nível de controle muito elevado, sofrendo ameaças. Mesmo assim, algumas destas mulheres conseguiram entrar em contacto com familiares e denunciar o terror em que viviam.

“Com a ajuda e colaboração do departamento de estrangeiros e imigração chinês foi possível listar as pessoas que saíram do nosso país com destino a Angola. Entre milhares de nomes conseguimos a identificação das mulheres raptadas”, explicou Sun Zhenguo, um polícia que esteve envolvido nas investigações.

A polícia chinesa e as autoridades angolanas trabalharam em conjunto neste caso, conseguindo prender 11 suspeitos em Angola e outros cinco na China. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close