Sociedade

ChikiGentil: Um projeto solidário que “ajuda a ajudar”

NULL
Versão para impressão
Quantas vezes já sentiu vontade de contribuir para mudar, nem que seja um pouco, a vida de quem mais precisa? Foi exatamente isso que um grupo de amigas de Vila Nova de Gaia decidiu fazer. Para materializar este desejo nasceu a ChikiGentil – Coração com Pernas, uma página no Facebook que “ajuda a ajudar” e já conta com quase 4.000 subscritores.  

Definem-se como “um grupo de voluntários, loucos talvez, que se juntou para fazer algo por quem pouco ou nada tem”. Não se consideram uma associação, não têm fins lucrativos e recorrem à bondade para aquecer a alma – e também o corpo – dos mais carenciados com a entrega de roupas, calçado, brinquedos e até alimentos doados por quem queira contribuir.  

Para pedir ajuda basta entrar em contacto com a ChikiGentil através da página na rede social, de telefone ou de e-mail. Para ajudar, também. “Qualquer pessoa é bem-vinda a este projeto e todos se podem juntar a nós”, explicou uma das responsáveis ao Boas Notícias.

Célia Macedo frisou que o grupo tem atualmente “20 voluntárias espalhadas pelo País” e ainda outras três “em Inglaterra, Suíça e Brasil”, continuando a crescer diariamente.

Desde a sua criação, há cerca de um ano, a ChikiGentil já conseguiu alegrar as vidas de mais de duas centenas de famílias. “Até ao momento apoiámos 213 casos. As reações, como era de esperar, são sempre das melhores e sempre com sorrisos”, contou a voluntária.

“A nossa ideia inicial partiu da consciência de que podemos ser gentis e ajudar os outros, por exemplo, doando-lhes roupas que já foram nossas, e também de que podemos ser chiques mesmo com roupas usadas. Daí o nome ChikiGentil”, acrescentou.

“Ser solidário não dói”

De uma forma geral, o grupo procura aceder a todas as solicitações, tendo como única preocupação perceber se os apelos são ou não reais. Na maioria dos casos, a recolha e entrega dos materiais é feita pelos voluntários através dos seus próprios meios.

Os pedidos de auxílio que recebem são múltiplos, mas, de acordo com Célia, os mais frequentes são de alimentos e “de futuras mamãs que precisam de fazer um enxoval para os bebés e, posteriormente, de leites, papas e fraldas”.
 
Célia admitiu ainda que a resposta ao projeto tem surpreendido as mentoras pela positiva. Ao visitar a página no Facebook é fácil constatar que são muitos os pedidos de ajuda, mas são também muitas as ofertas de apoio. “Temos sentido muita recetividade, mais até do que esperávamos. A verdade é que as pessoas são solidárias”.

Afinal de contas, “ser solidário não dói e é muito gratificante”, concluiu. A ChikiGentil é uma das provas de que é mesmo assim.

Clique aqui para aceder à página da ChikiGentil no Facebook.

CATARINA FERREIRA

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close