Saúde

Chegou novo jornal gratuito português sobre saúde

"Desafiar, capacitar e educar" a população portuguesa para uma vida mais saudável. É este o lema do novo jornal gratuito nacional Desafio Saúde, lançado esta sexta-feira e que será distribuído um pouco por todo o país.
Versão para impressão
“Desafiar, capacitar e educar” a população portuguesa para uma vida mais saudável. É este o lema do novo jornal gratuito nacional Desafio Saúde, lançado esta sexta-feira e que será distribuído um pouco por todo o país. A publicação, com “uma missão pedagógica”, vai estar disponível em papel e também online, pretendendo chegar “ao maior número possível de pessoas”.
 
por Catarina Ferreira
 
Em entrevista ao Boas Notícias, Cláudia Pinto, diretora do novo jornal, um projeto da editora recente sMedics, explica que o Desafio Saúde é destinado “a toda a família” – das crianças aos avós -, contando “com conselhos úteis de prevenção de doenças e promoção da saúde”. 
 
Embora seja feito para a população em geral, a responsável sublinha que “os profissionais de saúde” são também um alvo importante da publicação, que, no seu entender, pode constituir-se “como mais uma ferramenta útil ao trabalho do dia-a-dia e ao contacto com os utentes”.
 
O novo jornal português surge numa altura em que, defende o diretor executivo do projeto, Louis Silva Bouclon, “é necessário reforçar os mecanismos de prevenção, nunca suficientes”.

“Muitos hábitos e comportamentos saudáveis podem ser tomados no imediato sem grandes custos através de uma simples leitura”, salienta em declarações ao Boas Notícias, caraterizando o jornal como “de fácil acesso” e de “leitura agradável”, mesmo “nos assuntos mais delicados”. 

 
O primeiro número do Desafio Saúde chega esta sexta-feira, gratuitamente, a todas as unidades de saúde primária, câmaras municipais, sociedades médicas, associações de doentes, pequenas empresas e escolas e debruça-se sobre problemas “como a hipertensão, a artrite reumatóide, o enfarte agudo do miocárdio e a diabetes infantil”, além de “um testemunho exemplar de uma mulher que superou um cancro do cólo do útero”. 


Os conteúdos do jornal estão também acessíveis online através do site da publicação, lançado em simultâneo

 
De acordo com Cláudia Pinto, o jornal, com periodicidade mensal e que alcançará todos os distritos de Portugal Continental e a ilha da Madeira, propõe-se “desafiar os leitores a ter comportamentos saudáveis: efetuar rastreios, procurar ajuda médica perante sintomatologia diversa e fora do normal ou não falhar consultas de rotina”. 
 
“Se conseguirmos que os leitores fiquem mais atentos à sua saúde, incerntivando-os a terem comportamentos saudáveis (quer através da vigilância médica, quer dos hábitos de vida, como a alimentação adequada e a prática de exercício físico, o nosso objetivo fica completamente superado”, confessa a diretora.
 
Para a responsável, uma publicação deste tipo, sem quaisquer custos para os utentes, mas assente na confiança, é essencial numa era em que o acesso à informação é extremamente amplo – nomeadamente através dos milhares de sites sobre saúde espalhados pela Internet – , que podem, em muitos casos, conduzir os pacientes a ideias erradas.

Informações gratuitas, “rigorosas” e “de confiança”

 
“O Desafio Saúde será uma fonte informativa rigorosa e científica”, ao contrário “da escolha aleatória de 'sites' que nem sempre divulgam informações fidedignas e que, na nossa opinião, podem originar ansiedade e diagnósticos incorretos feitos pelas próprias pessoas”, assegura Cláudia Pinto, que alerta, no entanto, que este será somente “um complemento” aos estilos de vida saudáveis e que “jamais substituirá uma ida ao médico”. 
 
A equipa do jornal é constituída por 10 elementos “com experiência em publicações semelhantes”, mas o Desafio Saúde terá igualmente “o contributo de médicos, profissionais de saúde e outros técnicos” para artigos sobre os mais variados temas, além de “artigos assinados por profissionais conceituados e membros de prestigiadas sociedades médicas” que, todos os meses, deixarão conselhos úteis aos leitores.
 
A edição online da publicação já está disponível e pode ser consultada AQUI. Até ao final de 2013, os responsáveis esperam que sejam publicadas oito novas edições, todas com o objetivo de “estimular a reacção da população para a prevenção da doença e para os cuidados primários e secundários de saúde”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close