Mundo

‘Charlie Hebdo’ regressa às bancas na próxima semana

O terror não calou a Charlie Hebdo. A publicação satírica, que sofreu ontem um atentado terrorista, vitimando 10 elementos da redação e dois polícias, vai regressar às bancas já na próxima semana, como estava previsto, com um milhão de exemplares.
Versão para impressão
O terror não calou a 'Charlie Hebdo'. A publicação satírica, cuja redação foi alvo de um atentado terrorista, esta quarta-feira, vitimando 12 pessoas, vai regressar às bancas já na próxima semana, como estava previsto, com um milhão de exemplares.

A informação foi confirmada por um dos elementos do jornal à Agência France Press. “A estupidez não vai ganhar”, disse Patrick Pelloux, cronista do jornal, à agência, acrescentando ainda que a equipa sobrevivente do 'Charlie Hebdo' se vai reunir em breve.

Com mais 40 mil exemplares que o habitual, mas menos oito páginas, o jornal satírico vai estar nas bancas a partir da próxima quarta-feira.

“Vamos continuar, decidimos sair na próxima semana. Estamos todos de acordo”, contou o cronista, que já tinha dado uma entrevista ao canal France Inter, onde deu a certeza de que “o jornal vai continuar, porque eles não podem ganhar.

Richard Malka, advogado da publicação, contou á mesma agência que o jornal contou com ajudas do Canal+ e do Le Monde, e que os elementos sobreviventes do ataque trabalharão nas instalações do Libération.

“A estupidez não vai ganhar”

Ontem, a Radio France, o Le Monde e a France Télévisions divulgaram um comunicado em que anunciaram estar dispostos a oferecer ajuda financeira e a ceder pessoal ao 'Charlie Hebdo', para que a publicação “continue a viver”.

“É muito duro, todos com pesar, com a nossa dor, os nossos medos, mas vamos fazê-lo de qualquer forma, porque não é a estupidez que vai ganhar. Charb [o diretor do jornal que morreu no ataque] sempre disse que o jornal tinha que sair, custasse o que custasse”, contou Pelloux à France Press.

Hoje, por volta das 18h30, vai decorrer na Praça dos Restauradores, em Lisboa, uma concentração de homenagem aos 12 mortos neste ataque terrorista.

Neste momento, cerca de mil e 600 pessoas já confirmaram a presença no evento que está a ser mobilizado através do Facebook.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close