Ciência

CERN consegue colisão de partículas


Depois de duas tentativas falhadas ontem ao meio-dia, hora portuguesa, os feixes colidiram com sucesso no LHC (Large Hadron Collider). Tal como previsto atingiram um recorde de energia de sete teraelectrões-volt, ou TeV, a maior alcançada pelo ho
Versão para impressão
Depois de duas tentativas falhadas ontem ao meio-dia, hora portuguesa, os feixes colidiram com sucesso no LHC (Large Hadron Collider). Tal como previsto atingiram um recorde de energia de sete teraelectrões-volt, ou TeV, a maior alcançada pelo homem. Dá-se assim início ao programa de pesquisa do LHC, o maior acelerador de partículas do mundo.

Os cientistas do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares – CERN podem a partir de agora, começar a recriar como nunca antes as condições do Universo após o Big Bang, para desvendar de que é feita a matéria.

“É um ótimo dia para ser cientista de partículas” afirmou o diretor-geral do CERN Rolf Heuer que mencionou ainda a possibilidade de a longo prazo, num período de dois anos, o LHC “fornecer informações acerca da composição de um quarto do Universo”.

Nas experiências CMS (para encontrar o bosão de Higgs), na Atlas, Alice e LHCb os físicos procuram respostas para os enigmas que subsistem sobre a estrutura da matéria e a formação do Universo.

 “Este é o momento que preparávamos e que ansiávamos há muito”, afirmou ainda Jurgen Schukraft, porta-voz da Atlas. “Estávamos expectantes por ver o resultado da colisão de protões (.) que nos permite uma visão privilegiada sobre a forte interação e evolução natural da matéria no início do universo”, acrescentou.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close