Ambiente

Centro: Animais recuperados devolvidos à Natureza

Entre 21 de março e 5 de abril, o Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) vai devolver à natureza oito aves e um mamífero em quatro concelhos da Região Centro depois de estes terem estado em recuperação.
Versão para impressão
Entre 21 de março e 5 de abril, o Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) vai devolver à natureza oito aves e um mamífero em quatro concelhos da Região Centro.
 
Nos concelhos de Manteigas, Gouveia, Seia e Coimbra vão ser, de novo, entregues ao seu habitat natural cinco águias-de-asa-redonda, uma gineta, um peneireiro-vulgar, uma coruja-do-mato e um milhafre-preto, que têm estado em recuperação no centro, instalado em Gouveia.
 
Em declarações à Lusa, Ricardo Brandão, coordenador do centro, explica que “na maior parte dos casos, [os animais] foram encontrados, feridos, por particulares, nos campos ou próximo de suas casas, e foram entregues ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR e a sua área protegida, que depois os levaram ao  CERVAS”.
 
Segundo o responsável, os animais entraram no centro de ecologia “no final de 2012 e início de 2013” e, agora que já passaram os meses mais frios, serão libertados “para facilitar o regresso à vida normal”. 
 
População convidada a participar na iniciativa
 
A maior parte das ações de devolução dos animais selvagens à natureza é organizada em parceria com autarquias no âmbito da celebração do Dia da Floresta ou da Semana da Floresta e, como habitualmente, “todas as ações são abertas à participação da população, com particular destaque para as escolas”, revela Ricardo Brandão.
 
A primeira ação de libertação realiza-se já esta quinta-feira, pelas 10.00h, em Manteigas, com a devolução ao seu habitat de uma águia-de-asa-redonda, seguindo-se, no sábado, pelas 18.00h, Gouveia, onde será libertada uma gineta (mamífero carnívoro).
 
Já no próximo dia 26 de março, terça-feira, vão ter lugar duas atividades no concelho de Seia, uma em Valezim, pelas 15.00h, e outra em São Romão, pelas 17.00h. Nessas ocasiões, vão ser devolvidos à Natureza um peneireiro-vulgar e uma coruja-do-mato, respetivamente. 
 
No dia 2 de Abril, às 10.30h, será libertada mais uma águia-de-asa-redonda, desta vez em Gouveia. No dia seguinte, em Vila Nova de Tazem (no mesmo concelho), será efetuada, pela mesma hora, a devolução à natureza de uma outra ave da mesma espécie. Também a 3 de Abril, mas em Coimbra, um milhafre-preto será libertado pelas 16.30h na Escola Universitária Vasco da Gama.
 
A jornada do CERVAS termina no concelho de Gouveia, com a libertação de duas águias-de-asa-redonda, uma pelas 15.30h do dia 4 de Abril, no Curral do Negro, e outra às 12.00h do dia seguinte, em Moimenta da Serra.
 
O Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) pertence ao Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade e ao Parque Natural da Serra da Estrela, que se encontra atualmente sob a gestão da Associação Aldeia. 
 
O centro tem como objectivos detectar e solucionar diversos problemas associados à conservação e gestão das populações de animais selvagens e dos seus habitats.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close