Ambiente

Central mini-hídrica no açude de Abrantes

O açude insuflável construído no rio Tejo, na zona de Abrantes, vai acolher uma central minihídrica para aproveitamento hidroelétrico, com uma potência estimada de 10 MW, utilizando o recurso da água, anunciou a autarquia na segunda feira.
Versão para impressão
O açude insuflável construído no rio Tejo, na zona de Abrantes, vai acolher uma central minihídrica para aproveitamento hidroelétrico, com uma potência estimada de 10 MW, utilizando o recurso da água, anunciou a autarquia na segunda feira.

A iniciativa foi dinamizada pela Administração da Região Hidrográfica do Tejo (ARH – Tejo) que lançou um concurso público para a concessão e construção de mini-hídricas para a produção de energia elétrica turbinada, aproveitando o desnível natural do curso de água ali existente.

No caso particular de Abrantes, a instalação da mini-hídrica seria ainda mais rentável já que, tal como frisa a presidente da autarquia, trata-se do “único [local] em que já existe uma estrutura física”.

Maria do Céu Albuquerque adianta ainda à agência Lusa que a central, além de valorizar a rentabilidade do açude, constituirá uma receita para o município e possibilita a criação de alguns postos de trabalho.

As mini-hídricas produzem, neste momento, 16 % do total de energia elétrica gerada em Portugal.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close