Espetáculos e Exposições

Cascais: Casa das Histórias com novas exposições

A Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais, inaugurou a semana passada duas novas exposições: "Proles Wall", um conjunto de dez painéis de Paula Rego datados dos anos 80 e que foram colocados em diálogo com outras obras da pintora; e "My Choice", um
Versão para impressão
A Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais, inaugurou a semana passada duas novas exposições: “Proles Wall”, um conjunto de dez painéis de Paula Rego datados dos anos 80 e que foram colocados em diálogo com outras obras da pintora; e “My Choice”, um conjunto de 120 obras selecionadas pela artista entre a coleção do British Council.

No seguimento das exposições dedicadas a Paula Rego, a Casa das Histórias irá inaugurar esta terceira mostra da artista portuguesa, radicada em Londres, cujo título é “Os Anos da Proles Wall”, inspirado nos painéis da Colecção do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian.

Em 1984, Paula Rego foi convidada a participar na exposição colectiva «Nineteen Eighty-Four», preparada pelo Camden Arts Center para assinalar a edição do livro homónimo de George Orwell, que, em 1948, tinha escrito uma utopia crítica para um futuro próximo.

A artista preparou uma pintura de grandes dimensões, que intitulou “Proles Wall”, resgatando para a narrativa a designação usada pelo escritor para se referir ao proletariado. “Mas inspirou-a sobretudo a complexa estrutura de tensões e relações de poder reveladas numa sociedade autoritária e auto-vigiada, agora revista de modo pessoal e transformador na compulsão do desenho”, enquadra uma nota da Casa das Histórias.

Esta obra culmina a série das “Óperas”, construídas em grande escala a partir dos libretos nos primeiros anos da década de 80, numa obra que une o sentido da obra literária que lhe serviu de base ao olhar crítico sobre a sociedade contemporânea.  “Os Anos da Proles Wall” vai estar patente até 19 de Junho, em Cascais.

“My Choice”, 120 obras escolhidas por Paula Rego

Na mesma semana inaugurou também uma outra exposição com 120 obras de arte escolhidas pela pintora. “My Choice – Obras selecionadas por Paula Rego na Colecção do British Council” resulta de uma seleção feita pela pintora entre mais de 8.500 obras de artistas britânicos contemporâneos, abarcando desde o século XX ao XXI.

Na maioria, são desenhos e gravuras, mas também fotografia e pintura que reflete aspetos temáticos, narrativos e técnicos presentes nas obras de Paula Rego, com temáticas inspiradas em narrativas como o nascimento, a morte, o amor e o sexo.

No conjunto, destaca-se uma série de 39 gravuras de Contos dos Irmãos Grimm da autoria de David Hockney (1969), dez fotografias de Madame Yevonde e a pintura “Naked Girl with Egg” (1980-81), assinada por Lucian Freud.

Também estão representados, entre outros, Robert Austin, David Blomberg, Tony Bevan, Frank Auerbach, Michael Andrews, Gerald Brockhurst, Prubella Clough, Charles Conder, John Copley, Ken Currie, Leon Kossof, Percy Wyndham Lewis, Lawrence Stephan Lowry, Roy de Maistre, Jock McFadyen, Henry Moore e Paul Nash.

Esta exposição resulta de uma parceria conjunta entre a Fundação Paula Rego/Casa das Histórias, o British Council, a Fundação EDP e a Universidade de Coimbra, e ficará no museu, em Cascais, até 12 de Junho, seguindo em Julho para o Porto, onde ficará no novo espaço Galeria Fundação EDP até Outubro deste ano. “My Choice” seguirá depois para a Casa das Caldeiras da Universidade de Coimbra.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close