Saúde

Caril pode diminuir doses de quimioterapia

NULL
Versão para impressão

A curumina, uma substância encontrada no caril, pode ajudar os pacientes submetidos a quimioterapia para cancro da cabeça e pescoço, diminuindo as doses de cisplatina administradas, de acordo com um estudo publicado em maio na revista Archives of Otolaryngology.

Através da adição de um composto à base de curumina (FLLL32) às linhas de células de laboratório de cancros da cabeça e pescoço, os investigadores da Escola Médica da Universidade do Michigan (EUA) puderam reduzir a dose de cisplatina utilizada na quimioterapia, mantendo os resultados.

Thomas Carey, autor do estudo e codiretor do programa de oncologia de cabeça e pescoço do Comprehensive Cancer Center, explica em comunicado que “quando as células se tornam resistentes à cisplatina é necessário aumentar as doses”.

“No entanto, essas drogas são tão tóxicas que os pacientes que sobrevivem ao tratamento acabam por sofrer efeitos secundários a longo prazo”.

O médico acredita que o seu estudo pode possibilitar o uso de doses mais baixas e menos tóxicas de cisplatina, atingindo resultados iguais ou melhores na eliminação de tumores.

A principal razão que faz com que os tratamentos de cancro da cabeça e pescoço falhem é o facto de as células cancerígenas se tornarem resistentes à quimioterapia, o que acaba por fazer com que a doença regresse ou se propague, sendo o tempo estimado de esperança de vida para estes pacientes de 5 anos.

O estudo foi publicado na edição de maio da revista Archives of Otolaryngology – Head and Neck Surgery.

[Esta notícia foi sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Leia AQUI o comunicado.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close