Inovação e Tecnologia

Candeeiros solares D.Light foram premiados

A empresa indiana responsável pelos candeeiros a energia solar D.Light, que surgem como uma alternativa eco-sustentável aos candeeiros de querosene, ganhou em Londres o galardão de ouro nos Prémios Ashden para Energia Sustentável 2010 no valor de 61
Versão para impressão
A empresa indiana responsável pelos candeeiros a energia solar D.Light Design, que surgem como uma alternativa eco-sustentável aos candeeiros de querosene muito usados em países desfavorecidos, ganhou em Londres o galardão de ouro nos Prémios Ashden para Energia Sustentável 2010 no valor de 61 mil dólares, quase 50 mil euros.

De acordo com comunicado oficial o prémio foi atribuído pela “paixão e dedicação com que querem eliminar do mundo em desenvolvimento problemas de poluição e saúde associados com o uso de iluminação a partir de querosene, através da promoção bem sucedida de lanternas solares duráveis e de baixo custo.”
Image and video hosting by TinyPic
Cada lanterna tem um custo aproximado de 10 dólares, cerca de 7 euros, e contribui para a redução das emissões de carbono. Segundo a empresa, os candeeiros a petróleo são responsáveis pela morte de 1,5 milhões de pessoas por ano, graças à poluição gerada no interior das casas.

Os candeeiros da D.Light surgem assim como uma alternativa simples de manusear, mais segura e económica aos candeeiros tradicionais de querosene.

Os jurados ficaram particularmente bem impressionados com a estratégia de marketing da D.Light, que tem conseguido colocar a energia solar ao alcance de mais de um milhão de pessoas na Índia e no mundo em desenvolvimento, com grande potencial para expansão futura.

“As empresas vencedoras são campeãs em oferecer formas práticas de proteger nosso planeta e a sua preciosa biodiversidade através do uso da energia sustentável”, congratulou Sir David Attenborough, presente na cerimónia.

“Contribuem para reduzir as emissões de dióxido de carbono protegendo ecossistemas locais e melhoram a qualidade de vida das pessoas com quem trabalham. Merecem ser celebrados pelo papel importante de desafiar tanto o problema das mudanças climáticas quanto o da pobreza”, concluiu.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close