Saúde

Cancro: Pontapés de bebé na gravidez salvam mãe

NULL
Versão para impressão
Uma mãe britânica foi salva pelos movimentos do seu bebé dentro do útero durante a gravidez, conta o Daily Mail. Layla Stephen não fazia ideia de que sofria de cancro, mas graças aos pontapés do seu filho Hadley, que fizeram um dos tumores mover-se, começou a sentir fortes dores depois do nascimento que permitiram um diagnóstico e tratamento eficaz.
 
Enquanto estava grávida, os médicos não detetaram qualquer anomalia na saúde de Layla. Porém, quando Hadley tinha ainda poucas semanas de idade, as dores intensas de estômago levaram a mãe ao hospital e os resultados foram incontornáveis.

Os testes mostraram múltiplos tumores neuroendócrinos espalhados pelo corpo, no apêndice, estômago, fígado e pescoço, mas os sintomas só surgiram porque a agitação do filho dentro da barriga terá feito um deles deslocar-se, acreditam os médicos.

 
“É graças ao Hadley que estou viva hoje”, disse ao diário britânico, acrescentando que a gravidez lhe “salvou a vida”. Inicialmente, as previsões da equipa do Hospital Queen Alexandra em Portsmouth, Reino Unido, foram negras.

Uma vez que o cancro se encontrava excessivamente disseminado, os médicos comunicaram a Layla, de apenas 38 anos, que teria pouco tempo de vida. No entanto, a gestora não baixou os braços… e valeu a pena.

 
“A única coisa em que conseguia pensar era que não iria ver o meu filho crescer, mas estava determinada a aguentar-me. Queria vê-lo dar os primeiros passos e acompanhar o primeiro dia do Hadley na escola”, confessou. E conseguiu. 
 
Em Janeiro do ano passado, Layla recebeu uma notícia surpreendente. O tratamento resultara melhor do que o esperado e praticamente todos os tumores tinham desaparecido, restando apenas três, que agora se encontram controlados. Em Setembro, viu Hadley dar os primeiros passos e levou-o à escola pela primeira vez.
 
“Sinto que me foi dada uma segunda oportunidade e tudo graças ao meu bebé. Ele precisa de mim e eu não podia deixá-lo”, concluiu Layla que, entretanto, fundou uma organização de caridade, a Planets, com o objetivo de alertar para os tumores endócrinos e o cancro do fígado e do pâncreas.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close