Saúde

Cancro da mama: aumenta adesão aos rastreios

O número de mulheres que aderiu ao rastreio do cancro da mama aumentou. A conclusão é do relatório da segunda fase do programa de rastreios que foi apresentado no Hospital de Faro esta quarta-feira que revela um aumento naquela região de 45% na
Versão para impressão
O número de mulheres que aderiu ao rastreio do cancro da mama aumentou. A conclusão é do relatório da segunda fase do programa de rastreios que foi apresentado no Hospital de Faro esta quarta-feira que revela um aumento naquela região de 45% na primeira fase (entre 2005 a 2007) para 58% no período entre 2008 e 2010.

Filomena Horta Correia, coordenadora do Núcleo de Rastreios da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, salienta, citada pelo Correio da Manhã, a positividade destes dados já que “a mamografia de rastreio tem influência na diminuição da mortalidade por cancro da mama”.

O balanço revelou ainda que houve um aumento no número de mamografias positivas como no número de cancros detetados. Aumento que é explicado pela própria ARS precisamente pela maior adesão. Duas em cada 1000 mulheres analisadas tinham cancros malignos.

No programa, cuja terceira fase se inicia agora, as mulheres entre os 50 e os 69 anos são contatadas pela ARS no sentido de efectuarem mamografias grátis na unidade móvel colocada junto ao centro de saúde local.

O cancro da mama é o mais frequente nas mulheres. Em Portugal, cerca de 4400 casos são anualmente detetados.

[Notícia sugerida pela utilizadora Joana Marques]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close