Saúde

Caminhadas ajudam a combater dores lombares

A fisioterapia não tem de ser a única solução para quem sofre de dores lombares. Uma nova investigação da Universidade de Tel Aviv, em Israel, sugere que as caminhadas são uma forma eficaz de combater este problema.
Versão para impressão
A fisioterapia não tem de ser a única solução para quem sofre de dores lombares. Uma nova investigação da Universidade de Tel Aviv, em Israel, sugere que as caminhadas são uma forma eficaz de combater este problema, tornando desnecessária a realização de sessões de exercícios dispendiosas, tanto em termos de dinheiro, como de tempo.
 
O estudo, realizado por Michal Katz-Leurer e Ilana Shnayderman, do departamento de fisioterapia daquela universidade israelita, concluiu que um simples treino aeróbico composto por caminhadas é tão eficiente no alívio das dores como os programas de fortalecimento muscular que requerem equipamento especializado e só podem ser feitos em clínicas de reabilitação. 
 
De acordo com Katz-Leurer, coordenadora da investigação publicada na revista científica Clinian Rehabilitation, fazer uma caminhada de 20 a 40 minutos duas a três vezes por semana é o suficiente para beneficiar dos seus efeitos, escreve o jornal local Jerusalem Post.
 
As dores lombares são um problema comum em todas as idades e o seu tratamento requer, por norma, muitas horas de fisioterapia. Porém, estes investigadores afirmam que a solução que defendem pode ser facilmente incorporada na rotina diária e permite que os pacientes sejam mais responsáveis em relação à própria saúde.
 
De acordo com o grupo, as pessoas que sofrem de dores lombares não devem ficar na cama e manter-se imóveis. Pelo contrário, devem caminhar de forma ativa, porque a prática de caminhadas faz com que os músculos lombares e abdominais trabalhem com tanta eficácia como acontece durante exercícios completos e localizados.
 
Segundo os investigadores, a estes benefícios junta-se o facto de, ao contrário do que se passa com os programas de fortalecimento muscular, que exigem equipamento específico e supervisão de especialistas, as caminhadas serem uma atividade simples que pode ser feita individualmente.

Os especialistas salientam ainda que as caminhadas têm a vantagem adicional de encorajar os indivíduos a seguir um estilo de vida mais saudável em termos gerais.

Menos probabilidade de sofrer de outras dores durante a vida
 

Para chegar a estas conclusões, os cientistas realizaram um ensaio aleatório de controlo com 52 pacientes com dores lombares. Através de questionários, a equipa tentou perceber os níveis da dor, os sentimentos de incapacidade física dos pacientes, o grau de necessidade de evitar atividades diárias em consequência do problema que sentiam e também a sua resistência muscular e às caminhadas.
 
Depois, metade dos participantes completou um programa típico de fortalecimento muscular, com duas a três sessões de exercícios semanais ao longo de seis semanas.

A outra metade completou um programa aeróbico baseado em caminhadas, caminhando uma a três vezes por semana. Os elementos deste último grupo começaram com caminhadas de 20 minutos, duração que subiu, depois, para 40, à medida que a resistência aumentou.
 

Os resultados mostraram que ambos os grupos registaram melhorias em todas as áreas analisadas e comprovaram que as caminhadas são “um tratamento tão eficaz como aquele que poderia ter sido recebido numa clínica”, afirmou Katz-Leurer. 
 
Em complemento, aqueles que efetuaram caminhadas conseguiram percorrer, em seis minutos, uma distância média mais longa durante um teste realizado no final do estudo do que os pacientes tratados em clínicas.
 
As pessoas ativas fisicamente têm também, acrescenta Katz-Leurer, menos probabilidade de sofrer de outro tipo de dores ao longo da vida e as caminhadas contribuem ainda para reduzir a pressão arterial, melhorar o funcionamento do cérebro e do sistema imunitário e para reduzir o stress.

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close