Sociedade

Cais: 25 empresas apoiam projeto Abrigo

Vinte e cinco empresas, em conjunto com a Associação Cais, assinaram esta semana, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, a renovação do Protocolo Abrigo. Durante os próximos dois anos, estas empresas vão apoiar a associação através do fornecimento de b
Versão para impressão
Vinte e cinco empresas, em conjunto com a Associação Cais, assinaram assinaram esta semana, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, a renovação do Protocolo Abrigo. Durante os próximos dois anos, estas empresas vão apoiar a associação através do fornecimento de bens e serviços, lê-se no site oficial da Cais.

Durante os próximos dois anos (2011 e 2012), estas empresas vão apoiar diversas iniciativas da Cais e colocar ao seu dispor alguns dos bens e serviços das suas áreas de negócio, cooperando, desta forma, para o projecto social da Associação.

Abreu Advogados, BP Portugal, C.E.C Embalagens, Competir, Controlinveste Media, CTT, Danone Portugal, Datastorm, DHL, Entreposto V.H., Evicar, Ferneto, Fundação Portugal Telecom, Lisgráfica, Lusa, Mono Eléctrica, Ogilvy, Padrões Culturais Editora, Prosegur Activa Portugal, Puratos, Santander Totta, Staples, SCC – Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, Sumo Publicidade e Unicer são alguns dos mecenas que assinaram o protocolo.

“Em conjunto, estas empresas demonstram que, em nome da solidariedade social, é possível ultrapassar barreiras, o que explica que empresas concorrentes se tornem aliadas em nome de um projecto maior (como é o caso da Unicer e da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas)”, lê-se na página da Cais.

O protocolo Abrigo foi assinado pela primeira vez em 2003 com o apoio de apenas 5 empresas. Entretanto, o Protocolo Abrigo ganhou mais força demonstrando que, “mesmo em tempo de crise, as empresas portuguesas mantém o seu compromisso para com a sociedade civil”.

No texto, a Associação Cais sublinha que “vai havendo cada vez mais, na sociedade e no mundo empresarial português, uma maior consciência de que o apoio a uma população em situação de pobreza, risco e exclusão social, é da responsabilidade de todos”.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close