Mundo

Cadela sem dono partilha comida com outros animais

A história repete-se há três anos. Todos os dias, a cadela Lilica, que vive num ferro velho no estado brasileiro de São Paulo, percorre dois quilómetros para ir buscar alimento. Porém, a comida que traz depois da viagem não é apenas para si.
Versão para impressão
A história repete-se há três anos. Todos os dias, a cadela Lilica, que vive num ferro velho  no estado brasileiro de São Paulo, percorre dois quilómetros para ir buscar alimento. Porém, a comida que traz depois da viagem não é apenas para si. É para dividir com os seus amigos: outro cão, um gato, um galo, uma galinha e… uma mula.
 
“Nós que somos humanos não fazemos isso. Algumas pessoas até escondem e não querem dividir o que têm. Ela não, a Lilica é um animal excecional”, conta Neile Vânia Antonio, catadora de lixo que conheceu a cadela quando esta era ainda bebé e foi abandonada naquele local à beira da estrada, em entrevista à Globo.
 
Ao fim da tarde, Lilica cumpre com rigor a rotina diária, caminhando até à casa de Lúcia Helena de Souza, uma brasileira que trata de 13 cachorros e 30 gatos, todos salvos da rua, e que em tempos se cruzou com a cadela quando esta procurava o que comer no lixo perto dali.
 
Desde essa altura, Lúcia Helena começou a preparar-lhe refeições – desde carne estufada a arroz e massa – e, diariamente, pelas 21.30h, o animal vai ao seu encontro para ir buscar o jantar e levar, depois, o que sobra para os seus companheiros, dando a todos um exemplo de generosidade.

História de Lilica está a emocionar o mundo
 

“Eu percebia que ela comia e ficava a olhar para o que sobrava no saco. Foi então que uma vizinha me disse que dava a impressão de que a cadela queria levar o resto da comida”, revelou à Globo a professora, adiantando que, a partir daí, passou a dar um nó no saco para que ela o pudesse transportar.
 
Depois de matar a fome, Lilica pega no saco com a boca e volta a percorrer, às escuras e ao lado de uma estrada movimentada, os dois quilómetros que a separam do ferro velho. Em apenas poucos minutos está de volta para alegria dos companheiros. 
 
É então que Neile Vânia, que olha sempre pelos animais do ferro velho, lhes abre o saco para que possam jantar, deixando o que sobra para o pequeno-almoço do dia seguinte.
 
A história de solidariedade de Lilica, retratada numa reportagem da TV Globo, está a percorrer o mundo e a apaixonar os utilizadores, somando já milhares de visualizações no Youtube. 

[Notícia sugerida por David Ferreira e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close