Mundo

Brasil: Desigualdade social atinge menor nível

NULL
Versão para impressão

A desigualdade entre ricos e pobres no Brasil chegou ao nível mínimo já registado no país durante a última década, de acordo com um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que indica que a renda da metade mais pobre da população aumentou 5,5 vezes mais rápido do que a da minoria mais rica do país.

De acordo com o investigador Marcelo Neri, do Centro de Políticas Sociais da FGV, citado pela BBC News, a renda dos 50% mais pobres no Brasil cresceu 67,93% ao longo da última década (dezembro de 2000 a dezembro de 2010), enquanto a renda dos 10% mais ricos teve incremento de 10,03%.

Segundo o mesmo responsável, os principais efeitos por trás da redução da desigualdade são, em primeiro lugar, o aumento da escolaridade, e em segundo, programas sociais de redistribuição de renda.

O estudo intitulado “Desigualdade de Renda na Década” baseou-se em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) e da Pesquisa Mensal do Emprego (PME), ambos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para traçar um panorama da década.

A conclusão de Neri é de que este período merece o título de “década de redução da desigualdade”, assim como os anos 1960/70 teriam sido os do milagre económico; os anos 1980, os da redemocratização; e os 1990, os da estabilização.

De acordo com o estudo, a desigualdade chegou a seu mínimo histórico em 2010. A redução da pobreza foi de 50,64% durante a era Lula, entre dezembro de 2002 e dezembro de 2010.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close