Negócios e Empreendorismo

Bosch aposta em parceria de 55ME com Uminho

A Bosch e a Universidade do Minho acabam de assinar a segunda fase do projeto de parceria para Investigação e desenvolvimento iniciado em 2012. A parceria vai envolver 550 profissionais e vai contar com fundos de 55 milhões de euros.
Versão para impressão
A Bosch e a Universidade do Minho acabam de assinar a segunda fase do projeto de parceria para Investigação e desenvolvimento iniciado em 2012. A parceria vai envolver 550 profissionais e vai contar com fundos de 55 milhões de euros.
 
Trata-se de ?um contrato entre um líder mundial ? o grupo Bosch – e uma universidade, o maior contrato de investigação e desenvolvimento alguma vez efetivado em Portugal?, disse na apresentação da segunda fase da parceria, dia 04 de Março, em Braga, o reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, salientando ?a relevância deste grande grupo ter vontade de apostar numa universidade portuguesa?.

O projeto, considerado pelo Governo como sendo de interesse estratégico nacional, tem como foco o desenvolvimento de soluções que vão moldar o futuro da mobilidade.

Está previsto um investimento de cerca de 55 milhões de euros, em parte oriundos de fundos europeus, e o registo de 22 patentes até 2018. A primeira fase da parceria de I&D entre a Bosch e a UMinho contou com um investimento de 19 milhões de euros entre 2012 e 2015, permitindo o registo de 12 patentes. 

 
O primeiro-ministro António Costa, o Ministro da Economia e vários outros elementos do governo, bem como os administradores da Bosch, estiveram presentes na oficialização da segunda fase do projeto. 

 

Projeto vai envolver 550 profissionais e investigadores
 

Esta segunda fase da parceria ? denominada ?Innovative Car HMI? ? vai implicar a contratação de mais de 90 novos engenheiros pela Bosch, com diferentes especializações para a área de Investigação e Desenvolvimento, e o financiamento de 170 bolseiros de diferentes escolas da UMinho. Serão, no total, mais de 550 profissionais altamente qualificados a trabalhar exclusivamente no projeto. 
 
Hoje em dia a unidade da Bosch em Braga é a principal fábrica no mundo dedicada a desenvolver soluções multimédia para automóvel, mas também desenvolve para outras divisões da Bosch, como é o caso dos sensores de ângulo de direção do ESP (Programa Eletrónico de Estabilidade). 

Bosh Portugal quer contratar mais 1.000 colaboradores

?Portugal é um parceiro estratégico para a Bosch. A nossa aposta na I&D acaba por ser também uma força motriz para o crescimento da produção em Portugal, como mostram as previsões de crescimento das vendas, que devem ultrapassar os mil milhões de euros já em 2016, e o plano de contratar mais 1.000 colaboradores até 2018?, sublinhou em comunicado de imprensa, Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal. 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close