Sociedade

Bolsas: 45 mil euros para projetos de apoio a doentes

A farmacêutica Roche Portugal atribuiu, esta terça-feira, cinco bolsas de financiamento no valor de 45 mil euros a projetos de cidadania destinados a promover a saúde e o bem-estar dos doentes a nível nacional.
Versão para impressão
A farmacêutica Roche Portugal atribuiu, esta terça-feira, cinco bolsas de financiamento no valor de 45 mil euros a projetos de cidadania destinados a promover a saúde e o bem-estar dos doentes a nível nacional. Entre as instituições vencedoras há associações que apoiam crianças, portadores de VIH/SIDA, diabéticos e doentes oncológicos.
 
Um dos projetos distinguidos foi o “Mais participação, melhor saúde”, da responsabilidade do Grupo Português de Ativistas sobre Tratamentos de VIH/SIDA (GAT). A iniciativa, que tem como objetivo promover a participação de representantes dos doentes e dos cidadãos nos processos de decisão política em saúde em Portugal, conquistou uma bolsa de 15.000 euros.
 
Já a Fundação do Gil, revela a Roche Portugal em comunicado enviado ao Boas Notícias, foi premiada com uma bolsa de 10.000 euros para apoio à implementação de uma unidade de cuidados paliativos pediátricos ao domicílio.

A Pulmonale – Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro do Pulmão recebeu o mesmo valor para o desenvolvimento de um projeto de promoção do conhecimento terapêutico em oncologia junto ao público, acrescenta a empresa.
 

A farmacêutica distinguiu ainda, com 5.000 euros cada, os projetos “Crescer e ser saudável nos Açores: Rastreio de anemia e carência de ferro na infância” dos Amigos da Pediatria da Ilha Terceira e uma iniciativa de suporte à motivação para a auto-gestão da pessoa com diabetes através de comunicação digital e acesso remoto a dados de saúde da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP).
 
A Roche Portugal recebeu um total de 35 candidaturas a estes apoios, tendo os projetos candidatos sido avaliados por um júri independente que integrou nomes como Maria de Belém Roseira, deputada e ex-ministra da Saúde, ou Hélder Mota Filipe (Vice-Presidente do Infarmed).
 
Como vencedores foram escolhidos “os projetos mais originais, focados na defesa dos direitos dos doentes e na promoção da saúde na comunidade”, destaca a farmacêutica, que enquadra esta iniciativa na sua política de Responsabilidade Social e no seu compromisso em “assumir um papel ativo na sociedade” e no suporte ao doente. 
 
“Este novo Programa de Bolsas é mais um exemplo do compromisso que assumimos diariamente com os doentes. Espero que esta iniciativa possa viabilizar projetos inovadores e que façam realmente a diferença na vida dos doentes portugueses”, afirma Robin Turner, diretor-geral da Roche.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close