Ciência

Biomateriais: Investigador luso ganha prémio europeu

O cientista português Miguel Oliveira foi distinguido com o prémio "Jean Leray Award 2015", atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais. Em 30 anos, o vimaranense é o segundo investigador nacional a receber a prestigiada distinção.
Versão para impressão
O cientista português Miguel Oliveira foi distinguido com o prémio “Jean Leray Award 2015”, galardão atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais (ESB, na sigla em inglês). Em 30 anos, o vimaranense é o segundo investigador nacional a receber a prestigiada distinção.
 
Miguel Oliveira é investigador principal do Grupo 3B's, do Laboratório Associado ICVS/3B's da Universidade do Minho, com sede no AvePark, e foi reconhecido pelo trabalho que há 15 anos tem vindo a realizar na área do desenvolvimento de biomateriais de origem natural para aplicação em abordagens da engenharia de tecidos e da medicina regenerativa, nomeadamente no tratamento de lesões musculoesqueléticas.
 
De acordo com um comunicado enviado ao Boas Notícias, o cientista português tem contribuído de forma “excecional” para a área dos biomateriais através de estudos em investigação básica, experimental e/ou clínica, recorrendo, também, à aplicação da nanotecnologia e das células estaminais para o desenvolvimento de modelos de doenças como o cancro ou a osteoartrite. 
 
Como resultado da sua atividade académica, Miguel Oliveira já publicou mais de 80 artigos científicos, vários livros, patentes e capítulos de livro. Em 2005, foi igualmente distinguido pela Fundação Canon e, mais recentemente, recebeu o prémio “Investigación Ignacio H. de Larramendi”, promovido pela MAPFRE (Espanha). 
 
Membro do conselho editorial de várias revistas científicas, o investigador tem assumido um papel relevante em inúmeros projetos europeus, nacionais e regionais em que o Grupo 3B´s tem estado envolvido. Atualmente, é também responsável pela orientação e  co-orientação de 18 cientistas.
 
O prémio “Jean Leray Award” é atribuído pela Sociedade Europeia de Biomateriais a cientistas com idade inferior a 40 anos e que tenham concluído o doutoramento há menos de oito anos.
 
O galardão constitui-se como uma das distinções de maior prestígio nesta área do conhecimento e tendo como objetivo “reconhecer, incentivar e estimular contribuições científicas mais notáveis de jovens cientistas na área dos biomateriais”. 
 
Nos últimos 30 anos, a ESB premiou um total de 22 cientistas.  Um deles foi curiosamente, um outro português, Rui L. Reis, professor diretor do Grupo 3B's e do Laboratório Associado ICVS/3B's e vice-reitor da Universidade do Minho, com quem Miguel Oliveira colabora desde 2003.
 
O galardão vai ser entregue a Miguel Oliveira durante a conferência anual da ESB, que terá lugar em Cracóvia, na Polónia, entre 30 de Agosto e 3 de Setembro deste ano. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close