Ciência

Bio-impressora reproduz tecidos humanos

As empresas Invetech (Austrália) e Organovo (E.U.A.) desenvolveram uma bio-impressora que possibilita a reprodução 3D de tecidos e órgãos humanos. Os aparelhos vão ser distribuídos em unidades de investigação médica ao longo de 2010 e 2011.
Versão para impressão
As empresas Invetech (Austrália) e Organovo (E.U.A.) desenvolveram uma bio-impressora que possibilita a reprodução 3D de tecidos e órgãos humanos. Os aparelhos vão ser distribuídos em unidades de investigação médica ao longo de 2010 e 2011.

A bio-impressora tem um custo estimado de 200 mil dólares e, se chegar ao mercado, impedirá que os pacientes fiquem em lista de espera durante longos períodos de tempo.

Em comunicado, Keith Murphy, CEO da Organovo, refere que a ideia é tornar possível a disponibilização de tecidos on demand para que os cirurgiões os utilizem para os mais diversos fins”.

Nesta fase inicial de investigação, o aparelho vai apenas produzir tecidos humanos simples – pele, músculo e partes de vasos sanguíneos. No entanto, Keith Murphy crê que dentro de cinco anos será possível produzir tecidos humanos mais complexos, nomeadamente ramificações sanguíneas que suportem órgãos como o fígado, o coração ou os rins.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close