Saúde

Bill Gates dá 360 mil euros a cientistas portugueses

400 mil dólares, o equivalente a 360 mil euros, é o valor que o grupo de investigação liderado por Miguel Soares, no Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), vai receber da Fundação Bill e Melinda Gates para desenvolver uma vacina contra a malária.
Versão para impressão
400 mil dólares, o equivalente a 360 mil euros, é o valor que o grupo de investigação liderado por Miguel Soares, no Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), vai receber da Fundação Bill e Melinda Gates para desenvolver uma vacina contra a malária. Esta é a segunda vez que Miguel Soares e a sua equipa são reconhecidos pela Fundação Gates.

Nos próximos dois anos, a equipa de investigação vai receber 400 mil dólares para investigar se uma determinada molécula de acúçar expressa pelo agente causador da malária, o Plasmodium,  deve ser incluída como parte de uma nova vacina para a malária.
 

Só em 2015, foram identificadas mais de 200 milhões de pessoas com malária. Estes números não assustam a Fundação Gates que estabeleceu um objetivo claro: um mundo livre de malária até 2020.

Para isso, a Fundação aposta em iniciativas altamente inovadoras onde cientistas propõem caminhos pioneiros para alcançar uma vacina contra a malária.

 

Há menos de dois anos, a equipa de Miguel Soares descobriu que o glicano α-gal, uma molécula de açúcar que é expressa por componentes bacterianos existentes na microbiota do intestino humano, pode desencadear um mecanismo natural de defesa conferindo uma elevada proteção contra a transmissão de malária.

Agora, a Fundação Bill e Melinda Gates convidou Miguel Soares a usar estas descobertas para ajudar no desenvolvimento de uma vacina contra a malária.


"O nosso objetivo é perceber se esta molécula de açúcar pode ser usada como alvo para a vacina da malária. Usando a plataforma de ensaios da Fundação Bill e Melinda Gates, vamos investigar se anticorpos específicos contra o  α-gal conseguem prevenir a transmissão de malária”, explica o investigador Miguel Soares em comunicado de imprensa.
 
Este projeto vai ser desenvolvido em colaboração com o Prof. Henrique Silveira no Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT; Portugal) e com a Malaria Vaccine Initiative (MVI). 

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close