Saúde

Bebé mais prematuro sobrevive e regressa a casa

NULL
Versão para impressão

Uma bebé nascida prematuramente apenas com 21 semanas e cinco dias já pôde ir para casa e passar a Páscoa na companhia da família depois de passar cinco meses nos cuidados neonatais num hospital alemão.

A bebé chamada Frieda, nasceu a 7 de novembro de 2010 e os médicos do Hospital Klinikum Fulda, na Alemanha, acreditam que este é o bebé mais prematuro na Europa a conseguir sobreviver, contra todas as expetativas já que pesava apenas 460 gramas quando nasceu.

Agora com o peso de 3,5 kg, a pequena Frieda tem pela frente uma vida inteira. “Não há qualquer indicação de que não será saudável”, garantiu o médico Reinald Repp, citado pela Press Association.

Os médicos consideram Frieda um “milagre médico”. Os bebés nascidos antes das 22 semanas são considerados como em perigo de vida, já que as chances de sobrevivência são muito baixas porque os pulmões, coração e cérebro não costumam estar suficientemente desenvolvidos.

Uma bebé igualmente prematura no Canadá é o único caso semelhante, ocorrido em 1987, que também teve um seguimento feliz, já que a bebé também sobreviveu.

Frieda tinha um irmão gémeo que infelizmente não sobreviveu. Os pais, Yvonne Mangold, 33 anos, e o marido John, 38, declaram-se “cheios de felicidade” por receberem a sua bebé, mas com um misto de tristeza já que o irmão de Frieda, “Killian, estará sempre nos pensamentos” da família.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close