Sociedade

Barcelos: Câmara quer pagar subsídios em 2012

NULL
Versão para impressão
A Câmara de Barcelos quer manter os subsídios de férias e de Natal dos cerca de 800 funcionários da autarquia em 2012. A medida foi proposta pelo presidente socialista do município, Miguel Costa Gomes, e foi aprovada por unanimidade na reunião do executivo.

Agora, a autarquia de Barcelos quer pedir ao Governo e à Assembleia da República um regime de exceção, aplicável aos trabalhadores da Câmara, que permita o pagamento dos subsídios ou de um montante equivalente enquanto vigorar em Portugal o Programa de Assistência Económica e Financeira.

Miguel Costa Gomes disse à Antena 1 que – se o Governo não aceitar o pedido – a autarquia barcelense está disposta a cortar noutras despesas por “solidariedade”, de modo a suportar os custos do pagamento dos subsídios e colmatar o que considera ser “uma grande injustiça” para as famílias.

Além disso, o autarca quer evitar ao máximo que os cortes tenham um impacto negativo sobre a economia local, particularmente ao nível da restauração e do comércio tradicional.
 
Caso esta medida avance, contrariará a intenção do Governo PSD/CDS, que anunciou recentemente o corte dos subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos durante o período de resgate financeiro do nosso país.

No total, sem os subsídios, os funcionários perderiam no próximo ano cerca de um milhão de euros.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close