Ambiente

Baixa de Lisboa com menos ruído e poluição

Autocarros amigos do ambiente, um novo pavimento que absorve o ruído do trânsito e um sistema de semáforos que torna a condução mais ecológica são algumas das medidas que vão começar a ser aplicadas pela autarquia de Lisboa, a partir de setembro, par
Versão para impressão
Autocarros amigos do ambiente, um novo pavimento que absorve o ruído do trânsito e um sistema de semáforos que torna a condução mais ecológica são algumas das medidas que vão começar a ser aplicadas pela autarquia de Lisboa, a partir de setembro, para tornar a Baixa Pombalina mais amiga dos moradores e peões, avança o Diário de Notícias. 

A medida mais imediata, e que avança já em setembro, passa por aplicar na Baixa e na zona ribeirinha de Lisboa um sistema de funcionamento de semáforos que obriga os condutores a manterem uma velocidade média de 40 km/hora. Esta medida vai reduzir o ruído e os níveis de emissão de gases poluentes.

O vereador da Mobilidade da Câmara de Lisboa, Fernando Nunes da Silva, citado pelo DN, garante que, se os condutores mantiverem essa média de velocidade, “conseguem atravessar toda a Baixa sempre com os semáforos todos verdes sem terem de parar em nenhum”.

O vereador anunciou ainda que a Carris vai começar a substituir os autocarros que passam naquela área da cidade por veículos híbridos “que são muito mais silenciosos e produzem menos gases poluentes do que as viaturas actuais”.

Fernando Nunes da Silva sublinha que “basta passarem dez autocarros – dos atuais – por hora numa rua para serem ultrapassados os limites de poluição e ruído admissíveis em zonas residenciais”.

A medida mais radical e morosa, cuja implementação deverá acontecer apenas em 2011, consiste na colocação de pavimento absorvente de ruído nas ruas do Ouro e da Prata, as artérias da Baixa onde se regista o maior volume de trânsito.

Fernando Nunes da Silva salienta ainda que o tráfego rodoviário na Baixa “reduziu quase 45% nos últimos dois anos e estabilizou”. “Ali já só circula o trânsito necessário ao funcionamento da Baixa. Tudo o que era para sair já saiu”, garante o vereador citado pelo DN.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close