Negócios e Empreendorismo

Azeite: O melhor lagar do mundo é português

É português o melhor lagar do mundo. O Lagar Oliveira da Serra, no Alentejo, conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no 'ranking' do prestigiado concurso World's Best Olive Oil Mills.
Versão para impressão
É português o melhor lagar do mundo. O Lagar Oliveira da Serra, no Alentejo, conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no 'ranking' do prestigiado concurso World's Best Olive Oil Mills, tendo sido, uma vez mais, distinguido graças à qualidade dos azeites que ali se produzem.
 
Nascido em 2011, o lagar português localiza-se no coração do principal núcleo daquele que é o maior olival do mundo, plantado pela marca Oliveira da Serra em Ferreira do Alentejo e que conta, neste momento, com mais de 10 milhões de oliveiras, uma por cada português.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a empresa nacional explica que “esta proximidade” entre o olival e o lagar “permite que o tempo decorrido entre a apanha das azeitonas e a extração do azeite seja o menor possível, garantindo, desta forma, uma elevada qualidade e a máxima preservação da riqueza organolética deste ouro líquido”.
 
A atestar a qualidade destes azeites portugueses está, também, a presença de dois deles – o Oliveira da Serra Lagar do Marmelo e o Oliveira da Serra Gourmet – entre os 10 melhores azeites do mundo, acrescenta o mesmo comunicado.

Além de ser a única marca portuguesa a integrar este 'ranking', a Oliveira da Serra é, também, a única a nível internacional a colocar dois azeites no 'top 10'.

“Estes prémios são o reflexo do investimento efetuado na agricultura em Portugal e do nosso trabalho, desenvolvido diariamente e focado em criar azeites únicos e surpreendentes”, congratula-se Otto Teixeira da Cruz, diretor de Marketing da Oliveira da Serra.
 
De acordo com o responsável, trata-se de “um reconhecimento máximo que gera uma grande satisfação e orgulho não só para Oliveira da Serra, mas também para Portugal”. 
 
“Ao posicionar o azeite nacional como um dos melhores do mundo, abrem-se novas oportunidades de expansão tanto para os azeites como para outros produtos portugueses nos mercados internacionais”, acrescenta Otto Teixeira da Cruz.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close