Ambiente

Avião comercial faz voo alimentado a óleo de cozinha

Uma companhia aérea chinesa completou, no sábado, o primeiro voo comercial do país movido a biocombustível produzido a partir de óleo alimentar usado. O avião de passageiros da Hainan Airlines ligou, com sucesso, Xangai e Pequim.
Versão para impressão
Uma companhia aérea chinesa completou, no sábado, o primeiro voo comercial do país movido a biocombustível produzido a partir de óleo alimentar usado. O avião de passageiros da Hainan Airlines, um Boeing 737-800, ligou, com sucesso, as cidades de Xangai e Pequim.
 
De acordo com um comunicado da Boeing, fabricante norte-americana de aviões, o voo, que seguiu o seu horário e rota habitual, foi “alimentado” com uma mistura de combustível tradicional e biocombustível ecológico produzido pela empresa Sinopec a partir de óleo de cozinha usado recolhido em restaurantes da China”. 
 
“Sentimo-nos honrados por ter visto o nosso avião voar com biocombustível ecológico entre Xangai e a capital do nosso país”, afirma, no mesmo comunicado, o vice-presidente da Hainan Airlines, Pu Ming, que pilotou a aeronave durante a viagem, considerada histórica para a aviação chinesa.
 
“Sendo uma companhia que está a crescer rapidamente a nível nacional e internacional, a Hainan Airlines está a demonstrar o seu compromisso para com o ambiente, provando que este biocombustível é uma alternativa segura e eficaz para o sistema de transporte aéreo chinês”, acrescenta Ming. 
 
Segundo a Boeing, este “biocombustível produzido de forma sustentável” é capaz de reduzir “as emissões de carbono em 50% a 80% em relação ao petróleo e deverá vir a desempenhar um papel fundamental no crescimento futuro da aviação contribuindo, ao mesmo tempo, para o alcance de metas ambientais”. 
 
“A Boeing está orgulhosa por ver avançar a sua parceria de várias décadas com a China e por colaborar de perto com a Hainan Airlines e a Sinopec para alcançar esta meta importante”, realça Ian Thomas, presidente da Boeing China, que considera que este compromisso para com a aviação sustentável está a ajudar “a melhorar a indústria e, a longo-prazo, o ambiente”. 
 
O primeiro voo do mundo alimentado a 100% por biocombustível realizou-se em 2012, tendo partido, à data, de Otava, capital do Canadá. Entretanto, vários outros aviões comerciais de companhias como a Air Canada e a australiana Qantas têm testado com sucesso misturas de biocombustíveis e petróleo em voos de passageiros.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes e Vítor Fernandes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close