Ambiente

Áustria: Panda gigante nasce por conceção natural

O Schoenbrunn Zoo, em Viena, capital austríaca, deu, esta quarta-feira, as boas-vindas a uma nova cria de panda gigante. O bebé é o terceiro a nascer naquele jardim zoológico por conceção natural.
Versão para impressão
O Schoenbrunn Zoo, em Viena, capital austríaca, deu, esta quarta-feira, as boas-vindas a uma nova cria de panda gigante. O bebé é o terceiro a nascer naquele jardim zoológico por conceção natural, fruto da relação entre a fêmea Yang Yang e o macho Long Hui.
 
De acordo com um comunicado do zoo citado pela AFP, a cria de pele rosada nasceu às 12.24h, mede cerca de 10 centímetros e pesa aproximadamente 100 gramas. Nos próximos meses, o bebé vai permanecer isolado com a mãe, Yang Yang, até que os dois decidam abandonar o seu “refúgio” no zoo.
 
“Nenhum outro jardim zoológico europeu conseguiu, até agora, ser bem-sucedido na tentativa de promover a conceção destes animais por via natural”, explicou o Schoenbrunn Zoo, salientando que outros zoos da Europa têm recorrido à inseminação artificial para tentar promover a reprodução desta espécie ameaçada visto que as fêmeas têm um período de fertilidade muito curto (dois a três dias por ano).
 
Embora o bebé tenha nascido saudável, o diretor do zoo alertou para a fragilidade destes animais nos primeiros 12 meses de vida. “Apesar de estarmos muito felizes, temos de nos manter realistas. A taxa de mortalidade dos pandas gigantes no primeiro ano é de 40%”, realçou Dagmar Schratter.
 
O primeiro nascimento de um panda gigante gerado por conceção natural no zoo de Viena aconteceu em 2007 e, à data, o bebé, Fu Long, tornou-se uma grande atração, levando até ao parque zoológico milhares de visitantes. Três anos depois, o zoo viu nascer o seu irmão, Fu Hu.
 
Os dois pandas abandonaram o zoo quando tinham dois anos de idade em consequência de um contrato com as autoridades chinesas, já que a China é o país “proprietário” de todos os pandas nascidos em cativeiro pelo mundo. 
 
Atualmente, há cerca de 1.600 pandas gigantes em estado selvagem, a maioria dos quais reside na província chinesa de Sichuan. Em cativeiro contam-se cerca de 300 exemplares.

Notícia sugerida por Elsa Martins

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close