Mundo

Aumenta longevidade de vida em África

O sul de África está a recuperar lentamente da drástica descida nos anos 90 da esperança média de vida, causada pela Sida. De acordo com o diário espanhol El Mundo, que cita a ONU, as novas terapias disponíveis para o combate da doença têm contribuíd
Versão para impressão
[Fotografia: © Reuters]

O sul de África está a recuperar lentamente da drástica descida nos anos 90 da esperança média de vida, causada pela Sida. De acordo com o diário espanhol El Mundo, que cita a ONU, as novas terapias disponíveis para o combate da doença têm contribuído para a recuperação.

Nos últimos cinco anos, em países da região sul-africana como África do Sul, Namíbia, Suazilândia e Lesoto, a esperança média de vida aumentou dos 51 para os 57 anos no caso das mulheres, e no caso dos homens dos 49 para os 51 anos.

No este, centro e oeste da África, a esperança média de vida aumentou para os 57 anos nas mulheres e os 54 anos para os homens.

O comunicado da ONU atribui esta melhoria à maior disponibilização de tratamentos médicos contra o VIH/Sida e graças ao programa de antiretrovirais que melhorou bastante nos últimos anos com mais fármacos a permitirem melhorar e prolongar a qualidade de vida dos que padecem com a doença.

De acordo com o comunicado, citado pelo EL Mundo, as novas infeções com o VIH reduziram mais de um quarto em 22 países entre 2001 e 2009.

Apesar dos números positivos, a África subsahariana continua a ser a região mais afetada pelo VIH com dois terços do total de infetados em todo o mundo.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close