Fitness & Bem-estar

As Mãos de Lisboa: Homenagem aos artesãos da cidade

Encadernador, gravador, ceramista, relojoeiro, florista, tipógrafo, costureira. O novo site "As Mãos de Lisboa" presta homenagens aos artesãos da cidade, mostra o seu talento, conta as suas histórias.
Versão para impressão
Encadernador, gravador, ceramista, relojoeiro, florista, tipógrafo, costureira. O novo site “As Mãos de Lisboa” presta homenagens aos artesãos da cidade, mostra o seu talento, conta as suas histórias. Por detrás do projeto está Ana Nascimento, que despertou para estas artes quando, durante o seu mestrado de Design, quis encadernar um livro de forma manual.
 
O primeiro artesão que Ana “encontrou” estava mesmo ali, na sua rua. Ana tinha de encadernar um livro, para o curso de mestrado, e quis fazê-lo “à antiga”. “Foi quando a minha mãe me falou de um senhor de Campo de Ourique, onde sempre vivi, que fazia encadernações”, conta a designer gráfica, de 24 anos, ao Boas Notícias.
 
“Fiquei surpreendida uma vez que já tinha passado à porta do espaço do Sr. João muitas, muitas vezes e nunca tinha reparado que lá estava alguém a trabalhar. A partir daí lembrei-me que como ele, também existem outras pessoas em Lisboa a trabalhar manualmente e que as pessoas, como me aconteceu a mim, nem reparam”, explica.
 
Assim, Ana ampliou a experiência e transformou-a na sua tese de mestrado onde falou da relação entre estas profissões e o terramoto, a revolução industrial, a Lisboa antiga: “Quando acabei e defendi a tese achei que devia continuar com o projeto e dar a conhecer às pessoas estes trabalhadores, estas pessoas que em Lisboa ainda trabalham com as mãos”.
 
“Quase como se nos conhecêssemos há anos”

Foi uma maneira inesperada de aprender mais sobre a cidade e os lisboetas, conhecer as suas historias e também, uma maneira de fazer amigos. “Se me vêem na rua falam-me quase como se nos conhecêssemos há anos. (Essa proximidade) tem sido um dos pontos mais positivos! Além de que tenho aprendido alguma coisa em relação aos processos e truques utilizados por eles”, sublinha.
 
A visita às “Mãos de Lisboa” pode ser feita “bairro a bairro” ou através das seguintes categorias: Antigo, moderno, modernizado. Neste momento, é possível “visitar” o espaço de 15 artesãos, conhecer as suas ferramentas, o seu trabalho e também um pouco da sua história. Mas o objetivo é ampliar o site, acrescentando novos artesãos e Ana já tem novas fotos e histórias preparadas. 
 
O Boas Notícias deixa aqui o convite para visitar este espaço virtual dedicado aos artesãos lisboetas e desafia também os seus leitores a fazerem uma visita real, sobretudo se procurarem um serviço único e personalizado. Está um pouco nas nossas mãos contribuir para a continuidade de cada uma dessas artes.

Clique AQUI para visitar o site “As Mãos de Lisboa” e AQUI para visitar o Facebook do projeto.

[Artigo sugerido por Sofia Baptista]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close