Ambiente

Arranca limpeza de resíduos da Siderurgia Nacional

A limpeza do passivo ambiental depositado na antiga Siderurgia Nacional, no Seixal, começa já esta segunda-feira. Segundo a ministra do Ambiente, a iniciativa vai permitir reparar más práticas ambientais do passado e ofere
Versão para impressão
No total, prevê-se que sejam removidas110 mil toneladas de resíduos, num investimento de 2,5 milhões de euros comparticipado por fundos comunitários em 70%, segundo informação prestada à agência Lusa pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território.

"Estamos a investir para reparar algumas situações de más práticas ambientais que no passado foram seguidas no nosso país, através de um esforço de recuperação de passivos ambientais industriais", disse à Lusa a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro.

A operação, que deverá prolongar-se por cerca de cinco meses, passa pela limpeza de oito hectares de terrenos, onde estão depositados vários tipos de resíduos, alguns perigosos, e inertes.

No segundo semestre deste ano, está prevista a descontaminação dos terrenos afetados pelas lamas industriais em Sines, operação com uma duração prevista de dois anos e um investimento de 11,5 milhões de euros.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close