Cultura

Arquitetura: Edifício português vence prémio mundial

Há um projeto português entre os vencedores da primeira edição dos prémios internacionais de arquitetura "A+ Awards". O edifício "Casa", da autoria dos arquitetos de três arquitetos portugueses, foi considerado um dos mais surpreendentes e eficientes
Versão para impressão
Há um projeto português entre os vencedores da primeira edição dos prémios internacionais de arquitetura “A+ Awards”. O edifício “Casa”, da autoria dos arquitetos Luís Rebelo de Andrade, Tiago Rebelo de Andrade e Manuel Cachão Tojal, foi considerado um dos mais surpreendentes e eficientes do mundo pelos utilizadores do portal Architizer, que organizou os galardões.
 

A “Casa”, situada na Travessa do Patrocínio, em Lisboa, foi eleita pelos votantes a melhor residência familiar a concurso. Segundo os seus criadores, o projeto representa um “mini-pulmão” em plena capital e é “um exemplo de sustentabilidade para a cidade de Lisboa, mantendo os princípios de um habitat vivo e uma relação com o exterior graças ao seu papel de revitalização urbana”.
 
Este edifício habitacional de quatro andares distingue-se pelo facto de as paredes exteriores estarem completamente cobertas com vegetação. O jardim vertical conta com cerca de 4.500 plantas de mais de 25 variedades – desde o açafrão à lavanda e ao rosmaninho – num total de 100 metros quadrados.
 
Os vários andares são unidos por uma única escadaria, “construída em alusão às famosas escadarias de Alfama”, que, de acordo com Luís Rebelo de Andrade, Tiago Rebelo de Andrade e Manuel Cachão Tojal, liga as diferentes dimensões da casa.
 

No último andar – o terraço – existe uma piscina que se “estende” ao longo de todo o comprimento do local e, no rés-do-chão, há ainda uma garagem e uma sala musical. Os quartos ocupam o primeiro andar e o segundo destina-se à convivência, albergando as salas de estar e de jantar.
 
No total, 87 edifícios foram premiados graças aos votos do júri e do público em 52 categorias diferentes. Já que os A+ Awards pretendem “celebrar a diversidade da arquitetura mundial”, os vencedores vão desde “enormes arranha-céus a pequenos apartamentos”, localizados em países tão díspares entre si como a China ou os EUA.
 
Segundo Mark Kushner, diretor executivo do Architizer, “a missão dos Architizer A+ Awards é recordar toda a gente de que todos somos fãs de arquitetura, mesmo sem nos apercebermos”.
 
“Os vencedores deste ano tornam fácil o nosso trabalho. São projetos em que ambições nobres se combinam com uma sofisticação formal, que representam a melhor arquitetura espalhada por todo o globo”, conclui o responsável.

Clique AQUI para conhecer a lista completa de vencedores. 

[Notícia sugerida por David Ferreira]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close