Inovação e Tecnologia

Andarilho inteligente facilita mobilidade de idosos

Um grupo de idosos de uma residência espanhola testou com sucesso o protótipo de um novo andarillho inteligente. O equipamento alerta os utilizadores para obstáculos e consegue interpretar o comportamento do idoso, percebendo quando está fatigado e p
Versão para impressão
Um novo andarilho alerta os utilizadores para obstáculos e consegue interpretar o comportamento do idoso, percebendo quando está fatigado e precisa de descansar. O equipamento foi testado com sucesso por 22 idosos de uma residência espanhola. 
 
A plataforma, desenvolvida no âmbito do projeto europeu de I+D+i Dali (Devices for Assisted Living), utiliza diversas formas de interação visual, auditiva ou vibratória, de forma a ir ao encontro de todas as necessidades dos utilizadores. Para isso, o protótipo recorre a câmaras, sensores, auscultadores e outras tecnologias.
 
Assim, o andarilho inteligente permite às pessoas com problemas de mobilidade uma maior autonomia nas suas viagens e passeios fora do seu ambiente familiar, alertando para situações potencialmente perigosas como, por exemplo, uma aglomeração de pessoas.

Andarilho deteta sinais de fadiga
 
Mas uma das principais inovações do equipamento é a sua capacidade de interpretar o comportamento do idoso. Se forem detetados sinais de fadiga, o percurso é interrompido e é perguntado ao utilizador se precisa de ajuda ou de descanso, com o objetivo de o redirecionar para o ponto de assistência mais próximo.
 
O equipamento é ideal, também, para deslocações em ambientes exteriores e centros comerciais, ajudando os idosos a encontrarem produtos em superfícies comerciais, o serviço certo da sua consulta num grande hospital, ou a deslocarem-se em aeroportos ou estações de comboio, orientando-os para a sua zona de embarque.

22 idosos validaram o andarilho
 

A residência Nuestra Señora del Carmen foi selecionada para o projeto piloto, em Espanha, tendo em conta que os seus residentes são todos casais, nos quais um dos cônjuges tem problemas de autonomia. 
 
Nas provas realizadas, 22 pessoas idosas com problemas de mobilidade e dificuldades sensoriais e cognitivas utilizaram o andarilho inteligente para se guiarem num ambiente que simulava um centro comercial.

O resultado da validação foi muito positivo, fornecendo informação valiosa para o ajuste final do protótipo e conseguiu um grau de satisfação muito elevado por parte dos utilizadores.

No âmbito do projeto também se estão a realizar provas de validação em Itália e no Reino Unido, com o objetivo de comprovar os resultados independentemente do ambiente e das condições culturais.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close