Ciência

Amizade é chave de uma relação amorosa duradoura

Uma amizade forte é o segredo de uma relação amorosa duradoura. A garantia é dada por um grupo de investigadores norte-americanos, que concluiu que cultivar a amizade com o parceiro traz mais amor, mais satisfação a nível sexual e mais compromisso.
Versão para impressão
Uma amizade forte é o segredo de uma relação amorosa duradoura. A garantia é dada por um grupo de investigadores norte-americanos, que concluiu que cultivar a amizade traz mais amor, mais satisfação a nível sexual e, em última instância, maior compromisso para com o parceiro.
 
A equipa de cientistas da Universidade de Purdue, em Indiana, nos EUA, conduziu duas experiências com dois grupos diferentes de participantes. A primeira envolveu 190 estudantes que estavam numa relação, em média, há 18 meses no início do estudo.
 
Os jovens foram convidados a responder a questionários desenhados para avaliar o esforço que colocavam nas suas relações amorosas em termos gerais e em alguns aspetos particulares e também para analisar as suas esperanças em relação ao futuro dos namoros.
 
Quatro meses depois voltaram a ser contactados pelos especialistas para responder a novas questões e, por essa altura, cerca de 27% já não estavam com o antigo parceiro. Segundo a equipa, aqueles que revelaram investir mais na amizade mostraram também melhores indicadores ao nível do compromisso, do amor e da satisfação sexual.
 
Além disso, aqueles que apostaram mais a sério em construir uma amizade forte com o parceiro evidenciaram também ter menores probabilidades de terminar a relação.
 
Os investigadores efetuaram, depois, um outro estudo, com 184 estudantes, que estavam numa relação há cerca de 16 meses. Aos voluntários foi pedido que avaliassem o seu compromisso com o parceiro em aspetos como a segurança, o sexo, o companheirismo e as novas experiências no namoro numa escala de 1 (nada importante) a 9 (muito importante).

Amizade fortalece mais a relação do que o sexo
 

As conclusões evidenciaram que aqueles que davam mais valor ao companheirismo e à amizade também tendiam a estar mais satisfeitos no que toca à sexualidade e à vertente romântica da relação. Pelo contrário, os que colocaram os próprios interesses acima dos interesses do namoro mostraram-se mais insatisfeitos.
 
De acordo com Laura VanderDrift, da Universidade de Purdue, que coordenou os estudos cujos resultados dos estudos na revista científica Journal of Social and Personal Relationships, “as relações amorosas são, na sua essência, amizades”.
 
“Portanto, o que parece passar-se é que dar grande valor à amizade numa relação amorosa fortalece o lado romântico do namoro e serve como escudo contra uma possível separação”, explica a especialista citada pela imprensa internacional.
 
Segundo a psicóloga, “os resultados indicam que a amizade é importante para a qualidade da relação” e parecem mostrar que “dar mais importância à amizade do que a outros elementos como, por exemplo, o sexo, é capaz de promover relações mais duradouras”.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close