Ambiente

AMI lança projeto de reflorestação

A Assistência Médica Internacional (AMI) lançou, na terça-feira, o projeto Ecoética. A ideia é contribuir para a reabilitação de zonas degradadas e para a reflorestação de mais de m
Versão para impressão
"Em cinco anos, em Portugal, arderam mais de 1.300 hectares de floresta. Foi preocupada com essa situação que decidimos criar este projeto que pretende ser mais do que uma ação de reflorestação, visando, igualmente, outras ações como a abertura de caminhos para fogos florestais, reabilitação de zonas degradadas e a requalificação de áreas fluviais", disse à agência Lusa o diretor do Departamento de Ambiente da AMI, Luís Lucas.

O responsável da AMI explicou que o projeto vai "desafiar cidadãos e empresas a dar mais espaço à Natureza através de uma contribuição de 50 cêntimos que de forma simbólica representará a aquisição de um metro quadrado de área florestal".

A associação compromete-se a assegurar a conservação destas áreas naturais e refere, na sua página na Internet, que qualquer pessoa pode apadrinhar a manutenção da Natureza. Por seu lado, as empresas podem desenvolver ações de promoção, fidelização ou team building.

Além da reflorestação, prevê-se ainda a abertura de caminhos para combate aos fogos florestais, a requalificação de áreas fluviais e a recuperação de terrenos abandonados. 

Com a promoção de visitas às áreas intervencionadas, a AMI espera também contribuir para dinamizar o turismo sustentável, um setor em franco crescimento nos países desenvolvidos.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close