Saúde

Amamentação diminui risco de asma nas crianças

Uma equipa de investigadores britânicos acaba de confirmar mais um benefício da amamentação para a saúde das crianças. De acordo com os cientistas, esta prática protege-as do desenvolvimento de asma e pieira.
Versão para impressão
Uma equipa de investigadores britânicos acaba de confirmar mais um benefício da amamentação para a saúde das crianças. De acordo com os cientistas, esta prática protege-as do desenvolvimento de doenças respiratórias, nomeadamente da asma e da pieira.
 
A conclusão é de um grupo de especialistas da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade de Suffolk, no Reino Unido, que, coordenados pelo investigador Cristian M. Dogaru, analisaram mais de 100 artigos científicos publicados ao longo de 30 anos e envolvendo cerca de 250.000 mil bebés.
 
“A asma e a pieira são problemas de saúde crónica comuns na infância. A amamentação proporciona benefícios, mas ainda não se sabia se ou como esta prática diminuía o risco de desenvolver asma”, explicam os investigadores.
 
Esta incerteza levou os cientistas britânicos a desenvolver “uma revisão sistemática e uma meta-análise de estudos publicados entre 1983 e 2012 sobre a amamentação e a asma em crianças da população em geral”.
 
Conforme revelaram no relatório publicado, em Abril, na revista científica American Journal of Epidemiology, Dogaru e os colegas descobriram que a amamentação regular diminui o risco de asma em 37% em crianças com idade inferior a três anos.
 
Além disso, os cientistas concluíram também que o efeito protetor da amamentação para a saúde se prolonga no tempo, já que as crianças com mais de sete anos que tinham sido amamentadas com leite materno em bebés e que também foram analisadas no âmbito destes estudos apresentavam um risco 17% inferior de vir a sofrer de asma. 
 
“As evidências combinadas dos vários estudos existentes apoiam uma associação positiva entre a amamentação e a menor incidência de asma e de pieira”, finalizam. 

Clique AQUI para aceder às conclusões da revisão dos estudos publicadas na revista científica American Journal of Epidemiology (em inglês). 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close